Lixo é resultado do uso da população

Você é o que produz. Lixo em discussão.

O seu lixo diz quem é você.

12/06/2018 por Por Raul Rodrigues

Deverá ser no ano de 2019 que o prefeito Március Beltrão buscará novamente para o centro das discussões a TAXA do LIXO. Com mudança de local para descarte do resíduo residencial e hospitalar de Penedo, será imperiosa uma ampla conversa com a população penedense sobre o tema.

Com a obrigatoriedade de se levar todo o lixo residencial para o município de Craíbas distante de Penedo por 120 quilômetros, é claro que a taxa do lixo não poderá continuar a ser o mesmo valor cobrado nos tempos atuais no IPTU, valor este com vigência anual.

Como também será óbvio que as partes envolvidas nas discussões devam ter amplo conhecimento e abrangência do que venha a ser discutido em função das características do assunto. A priori, é fato incontestável a não cobrança linear – igual para todos – pois de certo quase ninguém produz a mesma quantidade de lixo ou de qualidade igual. Ponto pacífico.

Como também a melhor metodologia que deva ser aplicada para buscar tais parâmetros seja por meio das contas de consumo de água, por ser determinante que mais consome água também produz mais lixo. Água é símbolo de limpeza e higiene.

Portanto, que a população não fique a pensar que o recuo do prefeito Március Beltrão quanto à TAXA do LIXO neste momento venha a significar uma desistência tácita para Ad Eternum. Para o sempre. Não! Não foi isto que MB fez. Ele suspendeu temporariamente a implantação da cobrança.


Fonte: correiodopovo-al.com.br

Tags: você é o que produz. lixo em discussão.