ALAGOAS

Operação Sem Fronteiras: três morrem, sete são presos e 30 kg de explosivos e armas são apreendidos

A ação contou com o apoio de policiais civis do Tático Integrado de Grupamentos de Resgates Especiais (Tigre), Asfixia, Núcleo de Inteligência, Seção Antissequestro (SAS), Grupo de Investigação da Delegacia Geral da Polícia Civil (GIDG) e policiais milita

12/06/2018 por Redação

Na tarde desta segunda-feira (11), a Secretaria de Estado da Segurança Pública de Alagoas (SSP/AL), divulgou durante coletiva de imprensa, os detalhes da prisão de sete integrantes de uma quadrilha de assalto a bancos que agiam nos estados de Alagoas, Bahia e Pernambuco. Três dos acusados morreram durante a operação. Com os suspeitos ainda foram apreendidos explosivos e outros materiais utilizados nos roubos. A ação policial integrada foi denominada “Operação Sem Fronteiras” e durou cerca de três meses.

 

Segundo a SSP, após resistência a prisão e confronto com os policiais, os suspeitos identificados como, Rafael Oliveira Leite, de 33 anos, e Sérgio Inácio da Silva, 39 anos, morreram em Paulo Afonso, na Bahia e o outro acusado identificado como Antônio Ananias dos Santos, 43 anos, morreu no município de Pão de Açúcar, Sertão de Alagoas.

 

Ainda segundo a SSP, dos sete acusados que foram presos, três são de Alagoas e os demais são dos estados da Paraíba, Bahia e São Paulo. As apreensões foram deflagradas nos municípios de Delmiro Gouveia, Sertão de Alagoas, e em Canidé do São Francisco, no estado de Sergipe.

 

Além disso, durante a ação, foram apreendidos cerca de 30kg de explosivos, além de, armas como revolveres, fuzil, espingardas e rifles, e alguns automóveis de grande porte, que supostamente seriam utilizados durante os ataques e explosões de caixas eletrônicos. De acordo com os policiais, os acusados utilizavam coletes à prova de bala durante os crimes. 

 

Os presos foram identificados como Alan Jonny Campos Rodrigues, de 33 anos, Alberi Barbosa de Melo, 40 anos, Arthur Gomes Ferreira, 33 anos, Gildo Lima Gomes, 33 anos, José Barros Júnior, 34 anos, Manoel Virgino da Silva, 34 anos, e Renato dos Santos, 49 anos.

 

A ação contou com o apoio de policiais civis do Tático Integrado de Grupamentos de Resgates Especiais (Tigre), Asfixia, Núcleo de Inteligência, Seção Antissequestro (SAS), Grupo de Investigação da Delegacia Geral da Polícia Civil (GIDG) e policiais militares.


Fonte: cadaminuto.com.br

Tags: operação sem fronteiras: três morrem - sete são presos e 30 kg de explosivos e armas são apreendidos