Quem cala a voz da verdade vive a mentir.

O desnudar da hipocrisia política em Penedo.

Pode-se escravizar economicamente a um povo. Mas, pior que isso é escravizar moralmente.

12/06/2018 por Por Raul Rodrigues

Segundo as mais fantásticas histórias da política mundial, duas são as maneiras mais usuais para se escravizar a um povo: economicamente e/ou moralmente. É a pregação do falso Marxismo. 

Economicamente é quando se instala uma indústria em um a cidade onde a geração de emprego é um grave problema, fazendo soar as trombetas do desenvolvimento por meio da geração de centenas de empregos, mas nunca sendo dito pelos industriais que a partir dali o domínio é deles. E é mesmo.

A partir daí toda a ingenuidade de quem é ou foi empregado pela indústria passa a atuar em defesa dos empresários que termina por chegar ao domínio da cidade e da sua população. Alguns empresários chegam até a ocuparem cargos políticos. É a união do poder econômico com o poder político.

Por fim, vem então a última forma de escravizar um povo: a escravização moral! Que é quando se rotulam pessoas como sendo personas não gratas ao meio que eles dominam, perfazendo então o objetivo da hipocrisia política. Não permitir que alguém se oponha aos seus desejos que é a dominação das pessoas.

Por derradeiro, com o poder manipulado não pela liderança de fato, mas pelas ideias marxistas que escondem o lado podre de políticos corruptos provocando o silêncio de quem os incomodava ao deixar transparente a alcateia feroz que subtrai direitos, liberdade de expressão e a oportunidade de conscientização de uma população.

Ninguém se torna corrupto sem chegar a algum tipo de poder. E qualquer ameaça que o faça perder este ou aquele poder deve ser tolhida.
 


Fonte: correiodopovo-al.com.br

Tags: o desnudar da hipocrisia política em penedo.