Macaxeira deixou diretor sem poder de respostas

Representante do Pró-Saúde presta contas pela Santa Casa e, em tempo cala perguntas dos vereadores.

Representante do Pró-Saúde se sentiu incomodado com início da fala do vereador

13/05/2018 por Por Raul Rodrigues

A Audiência interna, – novo Modus Operandi –, encontrado pelos senhores vereadores para conter perguntas da população, se bem que população foi ausente mais uma vez, foi transformada em mais um capítulo da comunicação entre o Poder Legislativo de Penedo e a prestadora de serviços de saúde para a 6ª Região, a Santa Casa de Penedo que deixou a desejar desde a primeira participação dos parlamentares mirins, na fala do vereador José Carlos Vicente – Macaxeira – que definiu como momento improprio para obter respostas para as suas perguntas em função da ausência dos Provedores do complexo hospitalar da Santa Casa. Presentes estavam o representante do Pró-Saúde, senhor Jean Cleber Spricigo, e o advogado da empresa Bruno Galvão, a quem no entender do vereador e servidor público municipal da saúde disse não encontrar respaldo para obter respostas dos seus questionamentos.

Mesmo com tal contexto, Macaxeira ainda teceu comentários sobre a atuação da Santa Casa em Penedo, Maternidade, Ambulatório e Hospital Regional, começando por agradecer ao centro de saúde onde aprendeu tudo o quanto sabe da área que o emprega e o fez iniciar com sucesso sua carreira política. José Carlos Vicente agradeceu nominalmente aos seus preceptores na área da enfermagem.

E, mesmo diante da incapacidade dos interlocutores da Santa Casa o vereador questionou o não funcionamento da área da antiga Unidade de Emergência, espaço cedido pelo município em troca do terreno para a construção da Unidade de Pronto Atendimento – UPA – de Penedo, onde deveria estar a funcionar a Maternidade da Santa Casa. Citou a insatisfação da classe médica penedense por ter que trabalhar fora de Penedo pelo não entendimento entre médicos e diretoria da Santa Casa. Cada médico que trabalha hoje fora de Penedo se ressente dos riscos das viagens de ida e volta para exercer a profissão em outras cidades.

Macaxeira também evidenciou questionando a demissão do técnico Claudevan, o melhor na área de ortopedia na região fato este respaldado pelos próprios médicos ortopedistas de Penedo. Para o vereador a demissão deveria ser revista por ser uma abertura da porta do azar para pacientes acometidos de traumas em acidentes. O vereador em tela ainda frisou casos de insatisfação de pacientes quanto ao uso da ambulância da Santa Casa que por vezes deixa a desejar. E saúde não espera.

Em resposta às citações do vereador Macaxeira, Jean Cleber disse que a demissão dos médicos cabe a eles mesmos explicarem os fatos que os levaram a tal decisão. Quanto à ambulância o representante do Pró-Saúde usou do contra-argumento da contra referência – disponibilidade de vagas nos hospitais referências para o acolhimento dos pacientes da Santa Casa, procedimento de rotina e legal para transferências, cujo transporte deve ser feito pelo SAMU.

 


Fonte: correiodopovo-al.com.br

Tags: representante do pró-saúde presta contas pela santa casa e - em tempo cala perguntas dos vereadores.