Muda Brasil

Nossa democracia é forte! Fracos são nossos eleitores.

A mudança de um país junto com a sua nação, sempre passou pelas dores, perdas, derrotas e descaminhos dos direitos devidos ao povo.

17/04/2018 por Por Raul Rodrigues

O teste para uma democracia em qualquer lugar do mundo é a descoberta comprovada de que nossos maiores líderes são corruptos, ladrões, traficantes de influencias, partícipes de quadrilhas cujos objetivos escusos são se apropriar dos recursos públicos que deveriam manter em estado de excelência as politicas públicas voltadas para a população de usuários da saúde, educação, segurança, das obras edificantes e de uma economia estável que permita a geração de emprego e renda da área privada ser um complemento do desenvolvimento.

Quando tudo isso descrito no paragrafo acima chega ao conhecimento de uma nação, e, o país não entra em uma convulsão social beirando a uma guerra civil, a democracia está aprovada no teste do amadurecimento. Quando as instituições mesmo que sob os olhares espios ainda deem respostas que parcialmente acalmem aos leigos da legalidade jurídica, atendam aos requisitos mínimos dos Doutores das Leis, mas não permitam o sentimento de impunidade plena para alguns privilegiados, a democracia está amadurecida para um futuro melhor.

Mesmo que reconheçamos que a nossa democracia ainda permita a repetição de erros eleitorais com escolhas de nomes que perduram entre mandatos por décadas, ainda assim estaremos nos encaminhando para o mais próximo momento de entendermos que ninguém merece se perpetuar no poder. Outros capazes existem e devem merecer também oportunidades iguais.

Sim, temos plena certeza que nossos eleitores ainda são facilmente iludidos por falsas promessas, por migalhas durante o período eleitoral, por desconhecerem a fundo como ainda se dá a política dos bastidores das classes dominantes, e ainda assim estaremos dando passos para uma mudança vindoura. Ainda assim estaremos construindo um futuro melhor pelo empirismo da dor, das perdas, das derrotas, da falta de quase tudo quando o assunto é o retorno dos governos para o atendimento ao povo, pagador dos impostos que lhe é cobrado de forma antecipada – I. R. – e de tudo o quanto pagamos a cada compra que realizamos para mantermos nossas famílias.

O Brasil passou pelo teste das rupturas políticas no aprendizado das relações entre o executivo e o parlamento. Ainda irá se aperfeiçoar evitando a judicialização de tudo e a politização do judiciário, para de fato realizarmos o sonho dos iluministas dando ao povo o livre direito de fazer exercer o governo em seu nome, e sob o julgamento do próprio povo denominado de leitor.

Caminhamos para o melhor. Mesmo que a passos lentos.
 


Fonte: correiodopovo-al.com.br

Tags: nossa democracia é forte! fracos são nossos eleitores.