FUTEBOL FEMININO

Brasileira naturalizada americana, Catarina Macario recebe aval da Fifa e é liberada para defender os EUA

Anteriormente, jogadora podia somente participar dos períodos de treinamento da seleção americana. Atleta poderá estar em campo já diante do Brasil na She Believes Cup, em fevereiro

14/01/2021 por Redação Cíntia Barlem

Catarina Macario já pode vestir a camisa da seleção americana, atual campeã mundial, em jogos. Nesta quarta-feira, a Federação Americana de Futebol recebeu a confirmação da Fifa de que a solicitação da entidade foi aprovada para que ela fosse reconhecida como atleta do país. Natural de São Luís, no Maranhão, a jogadora se mudou aos 12 anos para o país da América do Norte com os pais. Ainda nova, atuou pelo San Diego Surf e acabou sendo escolhida pela universidade de Stanford, onde se formou no último ano.

Na terça-feira, Catarina foi anunciada como reforço do Lyon, da França, time sete vezes campeão da Champions. O interesse oficial já durava alguns meses por parte do clube francês, que a monitorava há mais tempo. O contrato foi assinado com validade até 2023. Ela havia recebido também propostas dentro dos EUA, mas optou por seguir para a Europa.

No momento, a atleta está em período de treinos com a seleção americana. Com a autorização, caso seja convocada novamente, o que é tendência, ela poderá enfrentar o Brasil na She Believes Cup, que ocorre a partir de 18 de fevereiro, em Orlando, e contará, além das donas da casa, com Japão e Canadá. Antes, ela estará disponível para os amistosos dos Estados Unidos contra a Colômbia em 18 e 22 de janeiro, também em Orlando. Ela é considerada uma das maiores revelações da liga universitária dos EUA, tendo sido eleita a melhor da temporada 2019.

 


Fonte: globoesporte.globo.com

Tags: brasileira naturalizada americana - catarina macario recebe aval da fifa e é liberada para defender os eua