Alagamento em SP causa uma morte

Mulher desaparece em área alagada pela chuva em São Paulo, diz bombeiros

Segundo a corporação, ela foi arrastada pela força da água em córrego no Jaraguá. De acordo com o CGE, a chuva atingiu principalmente as regiões do Jaçanã e do Tremembé, na Zona Norte, que tiveram várias ruas alagadas.

13/01/2021 por Redação

Uma mulher está desaparecida após ser levada pela força da água do Córrego do Fogo, no Jaraguá, na Zona Norte de São Paulo. Segundo o Corpo de Bombeiros, o acidente aconteceu durante a forte chuva que atingiu a Capital paulista nesta terça-feira (11).

De acordo com, Capitão André Elias, as buscas pela vítima seguem na noite desta terça-feira, mas que pode ser interrompida a qualquer momento por conta da falta de luminosidade na região.

A chuva que atingiu São Paulo na tarde desta terça causou alagamentos em várias ruas da Zona Norte da cidade e deixou várias regiões em estado de atenção para transbordamentos de córregos, de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE), da Prefeitura. O alerta foi encerrado às 16h22.

Os bairros de Perus, Jaçanã/Tremembé e Casa Verde foram os mais atingidos pela tempestade. No Tremembé, região do Horto Florestal, as enchentes encobriram carros e impediram o trânsito de veículos durante a tarde.

As chuvas de verão já provocaram nove mortes, a última delas foi Rosana Alves Correia. Ela tinha desaparecido no dia 29 de dezembro, junto com o marido em uma enchente na região da Avenida Carlos Caldeira Filho, na Zona Sul de São Paulo. O corpo dela foi encontrado no Rio Jurubatuba. Os outros sete mortos são de Embu das Artes.

A cidade de São Paulo perdeu R$ 11 milhões da verba destinada ao combate às enchentes em 2021, de acordo com os números da Secretaria Municipal da Fazenda. Neste ano, o valor do orçamento é de R$ 764 milhões. E em 2020 foram disponibilizados R$ 775 milhões. Em 2019, a Prefeitura de São Paulo disse que gastou mais de R$ 681 milhões em obras e serviços, como limpeza de córregos.

Transbordamentos
Todas as zonas da cidade entraram em estado de atenção às 13h02. Segundo o CGE, a Vila Mariana, na Zona Sul, e os bairros da Vila Pudente a Aricanduva, na Zona Leste, têm chuva de moderada a forte.

O tempo segue instável com chuvas isoladas de até forte intensidade, com potencial para rajadas e alagamentos. Segundo o CGE, a chuva deixa, desde 14h30, em alerta para transbordamento do Córrego Paciência, na Avenida Edu Chaves, na Zona Norte, Jaçanã/Tremembé. Também com iminência de transbordamento no Córrego Tremembé, na Rua Garabed Gananian.

A mesma situação acontece no Córrego Perus, com iminência de transbordamento, perto da Praça Inácio Dias. Na Casa Verde, transbordamento do Córrego Mandaqui, na Rua Zilda, também na Zona Norte.

Na região do Butantã, iminência de transbordamento do Córrego Itaim, na Rua Joaquim Veiga, na Zona Oeste.

Em caso de alagamentos, as autoridades orientam:
Evite transitar em ruas alagadas
Se a chuva causou inundações, não se aventure a enfrentar correntezas.
Mantenha-se longe da rede elétrica e não pare debaixo de árvores. Abrigue-se em casas e prédios;
Planeje suas viagens, para que haja menor possibilidade de enfrentar engarrafamentos causados por ruas bloqueadas;
Em caso de dúvida sobre vias bloqueadas, ligue para a central de atendimento da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) através do número 156 ou entre no site da CET para saber como está o trânsito nas principais vias.


Fonte: g1.globo.com

Tags: mulher desaparece em área alagada pela chuva em são paulo - diz bombeiros

Galeria de fotos