Eleição no Senado

Eleição no Senado: Simone Tebet inicia campanha em conversa com o Podemos

Apoio do partido é considerado decisivo; Rodrigo Pacheco (DEM-MG), por sua vez, deve receber o apoio oficial do PP

13/01/2021 por Redação Julia Lindner

BRASÍLIA - A candidata do MDB à presidência do Senado, Simone Tebet (MS), dará a largada na campanha nesta quarta-feira em conversa com o Podemos, no início da manhã. O apoio do partido, que detém a terceira maior bancada, com nove parlamentares, será decisivo para a emedebista na corrida pelo comando da Casa.

Se o resultado da conversa com o Podemos for favorável para Simone, o partido tem intenção de formar um bloco com o PSDB e o Cidadania, que também devem se reunir amanhã. O grupo possui pretensão de abrir diálogo com a Rede, o PSL e o PSB. Assim, os partidos que apoiariam a candidata do MDB somariam 39 senadores. Para vencer a eleição são necessários 41 votos.

O líder do Podemos, Alvaro Dias (PR), afirmou ao GLOBO que a intenção inicial da bancada é conversar somente com Simone para tomar uma decisão. Ela é a candidata predileta do partido. Depois, vão definir se anunciam a escolha no mesmo dia ou se tentam uma conversa com o candidato do DEM, Rodrigo Pacheco (MG) para ouvi-lo.

Algumas decisões devem ficar para a próxima semana. De acordo com a assessoria da Rede, por exemplo, o partido ainda não tem previsão de se reunir para tratar do assunto. O PSL, por sua vez, afirma que mantém a candidatura de Major Olímpio (SP) até o momento.

Simone entra na disputa após Pacheco conquistar o apoio de sete partidos em cerca de uma semana. O candidato do DEM já formou alianças com o PSD, PT, Republicanos, Pros, PSC e PL. Hoje, é esperado que o PP também anuncie apoio ao democrata após reunião da bancada. Nos próximos dias, o PDT também deve seguir o mesmo caminho. Somadas, as siglas têm 41 integrantes.

O presidente do PP, senador Ciro Nogueira (PI), teve uma reunião com Pacheco e o atual presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), nesta terça-feira e contou a aliados que ficou satisfeito com o que ouviu. Ele informou que vai defender o candidato do DEM aos correligionários.

Além do PP, o PDT também deve anunciar apoio a Pacheco nos próximos dias, ainda sem data definida. De acordo com pessoas próximas ao democrata, o senador Weverton já confirmou a Alcolumbre que vai apoiar o DEM na disputa.


Fonte: oglobo.globo.com

Tags: eleição no senado: simone tebet inicia campanha em conversa com o podemos