Dois nomes familiar, mas com méritos

CPA opina sobre mais duas secretarias da administração Ronaldo Lopes

Ivo tem como ser melhor. Isto depende da autonomia. Aliny repetirá o sucesso de anos anteriores. Transita bem na área.

04/01/2021 por Por Raul Rodrigues
Sec. de Cultura e Turismo Aliny Costa

Por marca em nossa escrita ou fala, a direção do CPA e do Penedo Real sempre opina sobre o tema a desenvolver. Não somos imprensa fria e sem identidade. Por isso pagamos o preço de alguns insatisfeitos nos processarem. Mas sempre disse: é um direito dos que se sentem ofendidos por nossas escritas ou falas, mas nunca por termos mentido ou omitido informações. Assim continuaremos, menos com a fulanização de agora por diante. Penedo sabe muito bem quem é quem. Não precisamos identificar nominalmente aos hipócritas.

As duas pastas envolvidas neste nosso artigo são as de Cultura e Turismo, e Serviços Públicos, inclusive, ocupadas por membros de uma mesma família.

Vamos às opiniões do CPA:

• Cultura e Turismo – Aliny Costa → vista e dita por nossa fala ou escrita como uma adolescente para o cargo. A pasta versa sobre uma cidade de quase quatro séculos. E Aliny ainda não viveu muito de nossa história. Mas ela própria disse em entrevista com o ancora do Penedo Real, este redator, à época na Francês FM, que ninguém nasceu sabendo e que queria a oportunidade para aprender. Saiu-se bem. Hoje não seria justo discorrermos com um mar de críticas a quem já deu conta de algumas festas do Bom Jesus dos Navegantes, a segunda maior festa popular do Norte e Nordeste do país.  Ronaldo Lopes terminou por fazer uma escolha mesclada pela juventude da secretária, com a experiência adquirida nas administrações Március Beltrão. Afinal, uma escolha certa e merecida.

• Serviços Públicos – Ivo Moura Costa → engenheiro de formação, pendense da gema, por demais responsável, passa a ter maior domínio da área de tudo o quanto for da construção. Moisés não era um técnico, mas em equipe e dentro das possibilidades da secretaria desenvolveu um bom serviço. Sou testemunha das inúmeras vezes que atendeu aos reclames da população das áreas mais afetadas do em torno da Escola Costa Mangabeiras na COHAB, imediações do Residencial Monte Rei, e de inúmeras outras áreas. Ivo será mais efetivo na área do conhecimento científico, e por isso mesmo, com chances de melhorar a qualidade dos serviços, todavia no atendimento ao público pelas naturais dificuldades da pasta, enfrentará também duras críticas da população queixosa por imediato atendimento. E isto ninguém é capaz. Pelas qualidades naturais de técnico graduado em construção civil, tende a ser mais efetivo. Tem todos os requisitos para ser um grande secretário na área mais reclamada de toda a história das secretarias de Penedo. Ronaldo Lopes acertou mais uma vez.


Quanto ao nosso ponto de vista, fica aqui claro que enxergamos méritos de quem os tem. Independentemente da origem familiar. Este é o nosso papel enquanto imprensa séria e sem tergiversar.

 


Fonte: correiodopovo-al.com.br

Tags: cpa opina sobre mais duas secretarias da administração ronaldo lopes