CRB

CRB começa vencendo, mas acaba levando a virada do Vitória no Barradão: 2 a 1

Time regatiano fez o seu gol com Hyuri, já o time baiano fez valer a "lei do ex" e assinalou com Rafael Carioca e Léo Ceará

29/11/2020 por Redação Fernanda Medeiros

O CRB até que começou bem a partida, vencendo. Mas acabou levando a virada do Vitória e perdeu por 2 a 1, na noite desse sábado (28), pela 24ª rodada da Série B do Brasileiro. O duelo foi disputado no Barradão, em Salvador-BA. O gol regatiano foi de Hyuri, no primeiro tempo. E o time baiano assinalou com Rafael Carioca e Léo Ceará, também na etapa inicial, ambos fazendo valer a "lei do ex" no Barradão.

Com este resultado, o Galo perde duas posições e ocupa a 11ª posição na tabela, com os mesmos 32 pontos; enquanto o time baiano é o 15º colocado, com 29 pontos.

Na 25ª rodada, o CRB terá o Clássico das Multidões pela frente, contra o maior rival, CSA, na terça-feira (1º), às 19h15, no Estádio Rei Pelé. E o Vitória vai visitar o Paraná, também na terça, às 21h30, no Durival Britto, em Curitiba-PR.

1º tempo

O CRB começou o jogo valorizando a posse de bola, consciente e tentando se impor. Aos 5 minutos, teve um escanteio em seu favor. Diego Torres bateu na primeira trave, Léo Ceará cortou parcialmente e Wesley chutou forte da entrada da área do Leão, mas a bola passou à esquerda do gol de Ronaldo.
O Galo apertava a saída de jogo do Vitória, que chegou com perigo aos 9 minutos. Lucas Cândido encontrou Rafael Carioca livre, o lateral do Leão cruzou na medida para Léo Ceará e ele deu uma chapa na bola, vendo ela passar muito perto do gol de Edson Mardden. Por pouco não aconteceu o gol do Vitória. O time baiano seguia atacando, perigoso. Aos 11 minutos, de novo: Léo Ceará recebeu na entrada da área, dominou bonito, chutou rasteiro e a bola tirou tinta da trave direita de Mardden.

Aos 16 minutos, o Vitória teve uma falta em seu favor, na intermediária. Vico cobrou, Wallace cabeceou prensado e ela se perdeu pela linha de fundo. Na cobrança, o goleiro regatiano tirou de soco. No momento, era só pressão do time baiano, que cresceu muito no jogo. Mas como quem não faz, leva, quem abriu o placar foi o Galo. Aos 23 minutos, Bill recebeu a pelota na esquerda, passou por Léo Morais e cruzou na marca do pênalti. Sozinho, Hyuri só fez empurrar para o gol e abrir o placar no Barradão: 1 a 0. Foi o primeiro gol de Hyuri com a camisa do CRB.

Aos 30 minutos, porém, a lei do ex entrou em ação em Salvador: Rafael Carioca (ex-CRB) fez o gol de empate do Vitória. Lucas Cândido soltou um torpedo do meio da rua, Mardden deu rebote e Rafael Carioca, sozinho, escolheu o canto e deixou tudo igual: 1 a 1.
E de novo a lei do ex prevaleceu, mas deste vez foi com Léo Ceará. Aos 38 minutos, Rafael Carioca recebeu livre de marcação, cruzou na medida na cabeça de Léo Ceará e ele finalizou com força, para virar o placar: 2 a 1.

O jogo passava dos 40 minutos e o árbitro determinou dois minutos de acréscimos. Assim, aos 47 minutos, o primeiro tempo foi encerrado.

2º tempo

Na segunda etapa, em situação adversa na partida, o técnico Ramon Menezes fez alterações para ver se o CRB se encontrava em campo. Aos 6 minutos, em uma tentativa do CRB, Gum fez a ligação direta com Hyuri, ele dominou, mas Guilherme Rend chegou bem na marcação e tirou.
O time regatiano melhorou um pouco na partida, enquanto os baianos pareciam satisfeitos com a vitória de 2 a 1. Com a saída de Diego Torres, o CRB não conseguia criar e se complicava. Aos 21 minutos, o Vitória tentou. Rafael Carioca deu um chapéu em cima de Reginaldo, mas a cobertura do CRB chegou a tempo e tirou o perigo da área regatiana. O Galo respondeu em seguida, aos 22 minutos. Hyuri ficou cara a cara com Ronaldo, o goleiro do Vitória fechou bem o ângulo e evitou o gol de empate regatiano.

Aos 31 minutos, o CRB teve mais uma tentativa quando Wesley desceu pelo meio, tentou o passe para Pablo Dyego, mas Rafael Carioca ficou com a bola e impediu a continuação da jogada Aos 33? de novo o Galo: Reginaldo avançou pela direita do CRB, chegou à linha de fundo, cruzou rasteiro, mas Wallace acabou ficando com a bola.

A partida chegava aos 40 minutos e o Vitória, querendo garantir ó resultado, passou a ficar todo recuado. O árbitro decretou seis minutos de acréscimos à segunda etapa. O Vitória gastava o tempo, administrando a vitória em casa e, aos 51 minutos o jogo foi encerrado, com o triunfo dos baianos por 2 a 1.
Vitória - Ronaldo; Léo (Van), Wallace Reis, Maurício Ramos e Rafael Carioca; Guilherme Rend, Matheus Frizzo (Gerson Magrão), Lucas Cândido (Dudu) e Thiago Lopes; Vico (Ruan Nascimento) e Léo Ceará (Caicedo). Técnico: Rodrigo Chagas (interino).

CRB - Edson Mardden; Reginaldo, Gum, Reginaldo Júnior e Xandão (Lucas Mendes); Claudinei (Régis), Wesley e Diego Torres (Moacir); Hyuri, Pablo Dyego (Luidy) e Bill (Iago). Técnico: Ramon Menezes.

Árbitro - Jefferson Ferreira de Moraes (CBF-GO).

Auxiliares - Cleriston Clay Barreto Rios-SE (CBF-GO) e Leone Carvalho Rocha (CBF- GO).

Quarto árbitro - Joedson de Jesus Oliveira (CBF-BA).


Fonte: gazetaweb.globo.com

Tags: crb começa vencendo - mas acaba levando a virada do vitória no barradão: 2 a 1