ATLÉTICO-MG

Da Europa para o Atlético-MG e seleção: Arana "espelha" passos de campeão Douglas Santos

Hoje no Zenit, da Rússia, lateral deixou a Itália (depois de jogar na Espanha) para ser emprestado ao Galo e foi campeão da Copa do Brasil para levar ouro olímpico; Arana mira Tóquio 2021

21/11/2020 por Redação Hugo Lobão

Um dos destaques do Atlético-MG no Campeonato Brasileiro, Guilherme Arana foi convocado por Tite e ficou no banco de reservas da seleção brasileira na partida contra o Uruguai, nessa terça-feira. Mas essa é só mais uma semelhança entre a história do camisa 13 e de Douglas Santos, campeão da Copa do Brasil pelo Galo em 2014 e muito querido pelo torcedor.

Ambos vestiram a amarelinha várias vezes nas categorias de base, inclusive na seleção olímpica. Mas o destaque veio mesmo no Brasileirão. É verdade que Arana teve ainda mais sucesso, sendo campeão em 2017 pelo Corinthians e considerado melhor jogador da posição no torneio. Por outro lado, Douglas Santos foi uma das revelações da edição de 2012, resultando, inclusive, em uma convocação para a seleção principal sob comando de Felipão, que só chamou atletas que atuavam no Brasil.

É agora que o caminho dos dois laterais fica ainda mais parecido. Em 2013, com apenas 19 anos, o jogador que defendia o Náutico cruzou o oceano para defender o Granada. Mas o paraibano nem chegou a vestir a camisa do time espanhol e seguiu para a Itália, para ser reforço da Udinese. Por lá, foram apenas três partidas disputadas. Os dois clubes pertenciam ao mesmo dono, Giampaolo Pozzo, cujo filho comanda o Watford, da Inglaterra.

Um pouco mais velho, aos 20 anos, Arana deixou o Corinthians como grande contratação do Sevilla, também do país ibérico. Mas a passagem por lá também não foi das melhores. Sem muito espaço, o jogador disputou 25 jogos e não se firmou como titular em nenhum momento. Buscando mais tempo em campo, o destino foi a Atalanta, também no "país da bota". O resultado foi o mesmo: apenas três jogos e fim da passagem pelo velho continente.

No retorno para o Brasil, o destino das duas promessas da posição no futebol nacional foi o mesmo: a Cidade do Galo. Douglas Santos chegou ao clube mineiro por empréstimo em 2014, sendo campeão da Copa do Brasil logo em seu primeiro ano, quando já se tornou uma das referências da equipe.

Um dos mais queridos do elenco pelo torcedor, o lateral teve seus direitos adquiridos em definitivo no ano seguinte e disputou 102 partidas com a camisa alvinegra, antes de ser vendido para o Hamburgo em 2016. Pelo Atlético-MG, o atleta foi convocado para a Copa América Centenário, além de jogos válidos pelas Eliminatórias e amistosos. O "gran finale" foi vencer o inédito ouro olímpico em 2016, no Rio.

Disputado entre gigantes do futebol nacional, Arana foi contratado pelo Atlético-MG com status de grande reforço no início de 2020. A expectativa do clube vem sendo correspondida. O lateral-esquerdo é uma das peças fundamentais na equipe de Jorge Sampaoli e atuou em todos os 20 jogos da equipe no Brasileirão. Após a aquisição por empréstimo com direitos fixados, o clube já se adiantou para adquirir parte dos direitos econômicos do atleta em definitivo.

Além do sonho realizado com a convocação para a Seleção principal, o ouro olímpico é outro objetivo do atual atleta do Galo. Quem sentiu o gostinho da medalha dourada enquanto defendia a camisa alvinegra, ao lado do goleiro Uilson, foi justamente Douglas Santos, em 2016, no Rio de Janeiro.

- Falando de Olimpíadas, com certeza é um objetivo. Quero fazer um bom trabalho no Atlético, isso vai ser consequência. Fazendo as coisas bem aqui, tenho certeza que eu posso ter uma vaga lá na frente - disse Arana em sua apresentação na Cidade do Galo.

Para os atleticanos supersticiosos, vale a torcida para que a primeira temporada de Arana com a camisa alvinegra tenha um título nacional, assim como a de Douglas Santos, campeão da Copa do Brasil de 2014. Por outro lado, é possível imaginar que não exista a vontade de que o dono da camisa 13 siga os passos de seu antecessor e volte para a Europa, ficando o maior tempo possível em Belo Horizonte.

*Sob supervisão de Fred Ribeiro


Fonte: globoesporte.globo.com

Tags: da europa para o atlético-mg e seleção: arana "espelha" passos de campeão douglas santos

Galeria de fotos