PALMEIRAS

Análise: o que deu certo na vitória do Palmeiras contra o Fluminense

Verdão supera desfalques e chega a oito vitórias consecutivas na temporada

15/11/2020 por Redação Felipe Zito

Além dos três pontos importantes para o Palmeiras no Campeonato Brasileiro, a vitória por 2 a 0 contra o Fluminense, no último sábado, foi fundamental para consolidar a confiança de um time que tenta superar problemas e embalar sob o comando de uma nova comissão técnica.

Os obstáculos durante a preparação do Verdão não foram poucos: apenas dois dias para treinar com o elenco na Academia de Futebol, ausências por lesão, atletas diagnosticados com Covid-19, destaques convocados para as Eliminatórias, jogadores improvisados ou no sacrifício... Mas deu tudo certo, e o time palmeirense chegou ao seu oitavo triunfo consecutivo na temporada.

Depois de herdar de Andrey Lopes um time em processo de resgate de confiança, Abel Ferreira já consegue ver um Palmeiras com maior intensidade. Antes descartado e longe de ser um dos candidatos ao título, o Verdão vive hoje um momento de reafirmação e, mais importante, vivo nas três competições que disputa: Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e Libertadores.

O que deu certo contra o Fluminense
É verdade que o Fluminense dificultou o jogo para o Verdão na primeira etapa. O time carioca avançou a marcação para forçar o erro do time palmeirense, que teve Lucas Lima muito aberto pela direita e quase nenhum aproveitamento nos cruzamentos de Gustavo Scarpa pela esquerda. Mesmo assim, poderia ter aberto o placar com Willian.

Depois do intervalo, Lucas Lima apareceu mais vezes pelo meio, e a equipe não só voltou a produzir como definiu o jogo em oito minutos: dois gols de Raphael Veiga, um em cobrança de pênalti e outro aproveitando cruzamento dentro da área. Agora são 11 gols do meia em 2020.

Com tranquilidade e confiança, o Palmeiras de Abel Ferreira não sofreu com os diversos desfalques. Pelo contrário. Renan teve boa atuação ao lado de Emerson Santos, com segurança até para sair jogando em algumas oportunidades.

Gustavo Scarpa teve evolução até na parte defensiva, escalado como lateral. Zé Rafael jogou no sacrifício, palavras do próprio Abel Ferreira em entrevista coletiva, e mostrou sua importância na atual formação. Ainda falta, porém, Patrick de Paula apresentar um jogo de mais intensidade.

Nas "regras" das 24 horas determinadas pela comissão técnica palmeirense, os jogadores do Verdão têm o que comemorar. O time encostou nos líderes do Brasileirão e parte agora para a partida que vale classificação à semifinal da Copa do Brasil. Com essa organização, intensidade e superação, o Palmeiras pode brigar mais na temporada de 2020.


Fonte: globoesporte.globo.com

Tags: análise: o que deu certo na vitória do palmeiras contra o fluminense

Galeria de fotos