DENÚNCIA DO CASO QUEIROZ

AO CONTRÁRIO DO QUE DISSE, GSI NÃO TOMOU CONHECIMENTO DE DENÚNCIA DO CASO QUEIROZ DE 'MANEIRA INFORMAL'

Defesa de Flávio Bolsonaro protocolou petição no ministério do Planalto

24/10/2020 por Redação Guilherme Amado

Ao contrário do que alegou o GSI nesta sexta-feira, o ministério não conheceu de "maneira informal" a denúncia da defesa de Flávio Bolsonaro de supostas irregularidades nas investigações do caso Queiroz.

A defesa de Flávio Bolsonaro protocolou, em 25 de agosto, uma petição de 21 páginas no GSI.

Os advogados de Flávio alegaram "estabilidade da democracia" para envolver o GSI no caso.

No documento, em nome do senador e assinado pelas advogadas e o advogado Rodrigo Roca, são expostos detalhes da suspeita de irregularidades na Receita Federal, no âmbito do caso Queiroz.

Mais cedo, a coluna mostrou que a defesa de Flávio Bolsonaro levou a Jair Bolsonaro uma suspeita que pode anular o caso Queiroz, e que o governo federal se mobilizou em busca de provas.

Os advogados do senador admitiram que contataram o GSI, afirmando que se tratava de um "ato contra membro da família presidencial".

Em reação, a Oposição pediu que o STF afaste Augusto Heleno e Alexandre Ramagem de seus cargos e defendeu a abertura de uma CPI.

O MP do TCU solicitou que órgãos do governo, incluindo o GSI, suspendam medidas para atuar no caso Queiroz.

(Por Guilherme Amado e Eduardo Barretto)


Fonte: epoca.globo.com

Tags: ao contrÁrio do que disse - gsi nÃo tomou conhecimento de denÚncia do caso queiroz de 'maneira informal'