Prefeito de Kanosha falou nesta segunda

Preocupado com nova jornada de protestos, governo do Wisconsin, nos EUA, chama Guarda Nacional

Manifestações contra o racismo voltaram ao cenário após homem negro ser baleado em ação policial na cidade de Kenosha. Ele está internado em estado grave.

25/08/2020 por Redação

Depois de um dia de manifestações na cidade de Kenosha, o governo do estado americano de Wisconsin convocou nesta segunda-feira (24) soldados da Guarda Nacional por temor de protestos violentos à noite.

Manifestantes foram às ruas após a divulgação de imagens que mostram um homem negro, identificado como Jacob Blake, de 29 anos, ser baleado sete vezes. Ele sobreviveu, mas está em estado grave, segundo a imprensa dos Estados Unidos (saiba mais sobre o caso no fim da reportagem).

Segundo a agência Associated Press, a decisão foi tomada depois que manifestantes atearam fogo em carros, quebraram vidros e entraram em confronto com policiais de choque durante atos na madrugada.

O governador de Wisconsin, o democrata Tony Evers, disse que chamou 125 militares para a cidade de Kenosha para "vigiar a infraestrutura e garantir que bombeiros e outros envolvidos estejam protegidos". Autoridades da cidade onde houve a ação policial anunciaram toque de recolher a partir das 20h (horário local, 22h em Brasília).

Baleado sete vezes

Um vídeo mostra Jacob Blake sendo levado até um carro enquanto é seguido por dois policiais armados. Após o homem abrir a porta do veículo, os agentes de segurança começam a atirar. Uma mulher que estava ao lado do carro se desespera.

De acordo com a Associated Press, foram ouvidos sete disparos. Blake foi levado a um hospital, onde está internado em estado grave.

O Departamento de Polícia de Kenosha não explicou o que teria levado os agentes a disparar. O caso será investigado pelo Departamento de Justiça de Wisconsin.

A ação que feriu Blake reacende o debate sobre racismo e violência policial, que ganhou força após a morte do ex-segurança George Floyd, em maio. O caso gerou uma série de protestos nos Estados Unidos e se tornou tema nas campanhas das eleições americanas previstas para novembro.


Fonte: g1.globo.com

Tags: preocupado com nova jornada de protestos - governo do wisconsin - nos eua - chama guarda nacional

Galeria de fotos