PM invade casa e agride morador

PM é flagrado invadindo casa e dando tapa no rosto de morador em SP

Jovem foi agredido com empurrões e tapas em Praia Grande, no litoral paulista. Polícia abriu inquérito para investigar o caso.

12/07/2020 por Redação

Um jovem de 21 anos foi agredido por um policial militar no quintal de uma residência no bairro Melvi, em Praia Grande, no litoral de São Paulo. O G1 teve acesso a imagens da agressão neste domingo (12), registradas por familiares da vítima, que mostram o rapaz sendo empurrado pelo PM para dentro da garagem e levando tapas.

O caso ocorreu na Avenida Milton de Oliveira. Em entrevista ao G1, a mãe do rapaz, que preferiu não se identificar, informou que todos estavam dormindo quando a vítima levantou para ir ao banheiro e ouviu um barulho de carro derrapando na frente da residência. "Curioso, ele veio no portão para ver o que estava acontecendo. Quando saiu, o policial estava no portão da minha casa", explicou a mulher.

Nesse momento, segundo ela, o policial começou a acusá-lo de ter corrido. "Ele falou: 'Você que correu, não é vagabundo?'. Todo mundo acordou nessa hora, assustado. Aí o policial entrou e já deu um empurrão no meu filho, que caiu sentado”, conta. Os familiares começaram a contestar a atitude da autoridade e dizer que a casa era de família.

“Quando eu fui falar, ele já saiu estapeando o menino”, relata a mãe. As imagens mostram exatamente o momento em que o rapaz é agredido pelo PM, que estava bastante alterado e questiona se o jovem está 'pagando sapo'. Pelo vídeo, é possível ver a vítima tentando conversar com a autoridade. Em dado instante, o vídeo fica escuro, no entanto, ao fundo, ainda dá para ouvir pessoas gritando e o barulho de mais um tapa.

“Outro policial entrou para pegar o meu filho que estava gravando. O PM viu que ele estava gravando. Quando some a imagem, é porque meu filho saiu para a rua. Aí, os policiais entraram na viatura e saíram 'a milhão'”, explica a mulher.
A mãe afirma, ainda, que os policiais quebraram o portão da casa dela aos chutes. Dois dias depois da agressão, ela resolveu registrar o caso pela Delegacia Eletrônica. “Ele não tem o direito de entrar na minha casa. Se uma coisa aconteceu lá na rua, ele não pode invadir a casa de ninguém. Meu filho é trabalhador, não tem nenhum vagabundo aqui”, alega indignada.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) informou que a Polícia Militar abriu um Inquérito Policial Militar (IPM) para identificar o PM que aparece no vídeo e apurar sua conduta. O caso foi registrado na Delegacia Eletrônica como abuso de autoridade e encaminhado ao 2º Departamento Policial de Praia Grande, que também investiga os fatos. A pasta ainda reiterou que não compactua com qualquer desvio de conduta e defende a responsabilização do autor, comprovadas as denúncias.


Fonte: g1.globo.com

Tags: pm é flagrado invadindo casa e dando tapa no rosto de morador em sp

Galeria de fotos