Queimadas na Amazônia

Brasil mostrará bons resultados em ações contra queimadas na Amazônia, diz Mourão

Após participar de videoconferência com representantes de fundos globais de investimentos, o vice-presidente Hamilton Mourão afirmou ao blog que, ao final deste ano, o Brasil terá bons resultados a mostrar no combate às queimadas na Amazônia.

10/07/2020 por Cristiana Lôbo

Após participar de videoconferência com representantes de fundos globais de investimentos, o vice-presidente Hamilton Mourão afirmou ao blog que, ao final deste ano, o Brasil terá bons resultados a mostrar no combate às queimadas na Amazônia. Esta é uma das principais preocupações dos investidores.

"Mostramos ideias e temos de mostrar ações", disse ele. Porém, para isso, Mourão ressaltou que o Ministério da Defesa precisará da liberação de cerca de R$ 400 milhões em crédito suplementar para custear as ações necessárias.

"Tenho certeza de que vamos chegar ao fim do ano com resultados para mostrar no controle de queimadas. Já em relação ao controle do desmatamento, o resultado só será visto em agosto do ano que vem, uma vez que o controle é feito de julho de um ano a agosto do outro", explicou.

A partir do ano que vem, os grandes fundos, sobretudo europeus, terão de cumprir regras de governança mais rigorosas para definição de investimentos.

É crescente o compromisso com a preservação ambiental e também tem sido crescente o peso que está sendo dado à questão indígena. Os "donos do dinheiro" que formam esses grandes fundos não aceitam transigir com a questão climática e das minorias.

Este é o desafio dos responsáveis por estes fundos, que querem aproveitar as oportunidades que surgem no Brasil, mas não podem contrariar os reais donos do dinheiro. É o que está sendo chamado de “finanças verdes”.

Neste ano, de pandemia e discurso conflitante do governo para a área ambiental, muitos fundos retiraram dinheiro do Brasil.

A mudança no comportamento dos fundos foi levada ao presidente Bolsonaro pelo presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, o que levou o presidente a criar o Conselho da Amazônia, presidido por Mourão.

Mourão disse ter ficado satisfeito com o resultados da reunião com os representantes destes fundos, nesta quinta-feira. Ele disse ter recebido retorno dos investidores, por meio do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, de que a exposição feita pelas autoridades brasileiras foi na direção do que eles esperavam. “O Brasil tem de mostrar ao resto do Brasil e ao mundo que tem compromisso com a preservação da Amazônia, disse Mourão.

Mourão afirmou ainda que a grande preocupação dos estrangeiros é com a preservação da Amazônia e com a situação dos indígenas, mas que eles nada falaram sobre outros biomas como cerrado, Mata Atlântica e outros. E que ele explicou as dificuldades existentes para retirada de grileiros em áreas como a de São Gabriel da Cachoeira. “ Eles não sabiam que, para se chegar lá são necessários quatro dias rio acima e mais três dias rio a baixo, na volta”, explicou.


Fonte: g1.globo.com

Tags: brasil mostrará bons resultados em ações contra queimadas na amazônia - diz mourão