Um voto errado custa 04 anos de consequências

Todas as coisas chegam ao seu crepúsculo, e só a noite acaba com um amanhecer.

As escolhas que fazemos nos representa para um futuro melhor ou pior. É muita responsabilidade para arriscarmos em troca de dinheiro ou favores.

30/06/2020 por Por Raul Rodrigues

Durante os meus quase sessenta e dois anos cronológicos nunca vi uma tempestade não passar, nem a euforia de grande festa não terminar. Tudo sempre tem um começo, meio e fim. Assim será a pandemia. Ela vai passar.

Porém tomando esse raciocínio as pessoas devem parar para pensar em suas vidas se poderiam estar melhores. E encontrarão as respostas de que sim, as nossas vidas poderiam estar melhores se nossas escolhas fossem e/ou forem melhores na condução dos nossos destinos. E os nossos destinos dependem daquilo que escolhemos.

Se estudarmos e conquistarmos uma boa profissão, se buscarmos uma atividade que não dependa dos estudos, mas que nos traga rendimentos que nos sustentem bem, ou ainda se devemos ser trabalhadores do serviço público ou privado com reconhecido talento para o desempenho das funções. Estas são as escolhas básicas que devemos fazer em nossas vidas.

Já para nossas vidas devemos também fazer escolhas, todavia sobre a quem devemos escolher para dirigir os destinos das cidades ou municípios, dos estados ou da nação. E aí a nossa responsabilidade é grande. Pois escolhemos a quem irá nos governar como prefeito, governador ou presidente. Se escolhermos mal, teremos um péssimo governo, e as consequências virão por sobre nós e as nossas famílias.

As noites são curtas se comparadas com quatro anos de um mandato. Elas podem ser escuras e traiçoeiras, mas o amanhecer sempre será movido pelo Sol que brilha e nos traz energia. Já um mandato de quatro anos custa nada menos que mil quatrocentos e sessenta amanheceres sem esperança de um novo amanhecer.

Esperar quatro anos para corrigir um erro pode custar nossas vidas ou as dos nossos entes mais queridos. Por isso pense bem em suas escolhas em 2020.

 


Fonte: correiodopovo-al.com.br

Tags: todas as coisas chegam ao seu crepúsculo - e só a noite acaba com um amanhecer.