Coronavírus em AL

Alagoas tem 51 casos confirmados e 2 mortes por Covid-19 entre indígenas

Estado tem também um terceiro óbito em investigação. 27 indígenas estão curados.

30/06/2020 por Redação

Alagoas contabiliza 51 indígenas infectados pelo novo coronavírus, duas mortes por Covid-19 e uma terceira em investigação. Os dados são do boletim mais recente da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai). Todas as mortes são da etnia Kariri Xocó, do município de Porto Real do Colégio, que é também a comunidade indígena com mais casos confirmados no estado, 31.

O boletim mostra que 27 indígenas estão curados. Há ainda 17 casos suspeitos.

O Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Alagoas e Sergipe explicou que a morte investigada é de uma mulher de 56 anos que foi infectada pelo novo coronavírus e tinha doenças cardíaca, renal e pulmonar.

A enfermeira do DSEI Alagoas e Sergipe, Isabela Resende, responsável pelas ações da Covid-19 no DSEI – AL/SE, explicou que a nota que foi divulgada em maio informava que a indígena teve Covid-19, mas não confirmava que ela morreu por causa da doença. Ela disse que somente a investigação feita pelo Governo de Alagoas vai concluir se a causa da morte foi a Covid-19, por isso o caso não pode ser considerado o primeiro óbito confirmado (confira nota na íntegra ao final do texto).

A primeira morte por Covid-19 entre indígenas de Alagoas que foi confirmada é de uma idosa de 65 anos, hipertensa. Ela deu entrada no hospital em Propriá, Sergipe, no dia 29 de maio e morreu no dia 30. De acordo com o, em visita domiciliar no dia 26 de maio, a indígena não apresentava sinais e sintomas de Covid-19.

O segundo óbito foi de idoso de 84 anos. Ele começou a apresentar sintomas no dia 23 de maio, foi notificado no dia 26, hospitalizado no dia 28 e morreu no dia 16 de junho em Aracaju, Sergipe.

O coordenador distrital Ivaldo José da Silva Melgueiro, explicou que várias ações de combate ao novo coronavírus estão sendo realizadas em comunidades indígenas de Alagoas como conscientização, instalação de barreiras sanitárias, isolamento em caso confirmado de Covid-19 e criação de Unidade de Atenção Primária Indígena (UAPI), a próxima vai ser instalada na comunidade Xucuri Kariri.

Casos de Covid-19 nos 12 polos base:
Kariri Xocó (localização: Porto Real do Colégio) – 31 casos confirmados; 2 óbitos; 1 óbito em investigação
Aconã (localização: Traipu) – 1 caso confirmado
Plak-ô (localização: São Sebastião ) – 1 caso confirmado
Tingui Botó (localização: Feira Grande) – nenhum caso
Terra Nova (localização: São Sebastião) – 1 caso confirmado
Koiupanká (localização: Inhapi ) – nenhum caso
Kalankó (localização: Água Branca) – nenhum caso
Karuazu (localização: Pariconha) – 1 caso confirmado
Katokinn (localização: Pariconha ) – nenhum caso
Jeripankó (localização: Pariconha) – 3 casos confirmados
Xucuru Kariri (localização: Palmeira dos Índios) – 12 casos confirmados
Wassu Cocal (localização: Joaquim Gomes) – 2 casos confirmados
Nota da Sesai de 9 de maio

Assunto: Falecimento da Indígena, da etnia Kariri Xocó, de 56 anos, do Distrito Sanitário Especial Indígena Alagoas e Sergipe

O Ministério da Saúde, por meio da Secretaria Especial de Saúde Indígena e do Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Alagoas e Sergipe, lamenta informar o falecimento da indígena Kariri Xocó, de 56 anos,que se encontrava internada, desde 03 de maio, na cidade de Propriá-SE.

A indígena fazia parte do grupo de risco para Covid-19, era portadora de doenças cardíaca, renal e pulmonar e, por opção da família, era acompanhada por um médico particular, porém recebia visitas domiciliar da Equipe Multidisciplinar de Saúde Indígena. No momento em que deu entrada no hospital apresentava tosse e dificuldade em respirar. No dia 04 foi realizado o RT-PCR, tendo resultado positivo para Covid-19 no dia 08, porém faleceu no dia 07, por pneumonia. O DSEI Alagoas e Sergipe estáorientando a família quanto à importância do Isolamento Domiciliar.

O Distrito Sanitário Especial Indígena Alagoas e Sergipe está realizando o monitoramento de todos os seus pacientes e profissionais. As soluções empreendidas fazem parte das determinações da SESAI e se fundamentam nas decisões adotadas pelo Comitê de Crise Distrital, com base no Plano de Contingência Nacional e no Plano Distrital para Infecção Humana pelo Novo Coronavírus em Povos Indígenas.


Fonte: g1.globo.com

Tags: alagoas tem 51 casos confirmados e 2 mortes por covid-19 entre indígenas

Galeria de fotos