Eleições 2020

Alfredo Gaspar uniu Renan e Rui e pode ter de se afastar dos dois

Como se separar é o problema. Gaspar sozinho não é suficientemente forte.

29/06/2020 por Ricardo Mota

O ex-PGJ Alfredo Gaspar de Mendonça conseguiu o que parecia impossível: unir o governador Renan Filho e o prefeito Rui Palmeira (se bem que o impossível não existe em política).

Foi um grande trunfo do pré-candidato a prefeito pelo MDB, que já tem como vice Tacio Melo, fiel escudeiro de Palmeira.

É claro que essa união deu ainda mais musculatura político-eleitoral a Alfredo Gaspar, principalmente num primeiro momento.

Sim, porque está entre os estragos da pandemia o desgaste da imagem do governador e do prefeito, independentemente das atitudes acertadas de ambos quanto ao isolamento social. A reversão é possível, mas demanda tempo – este pode ser o problema.

Mas este é o jogo: aproximar quando é bom, se afastar quando as consequências são adversas.

Hoje, o pré-candidato do MDB sabe que a atual união já não lhe é favorável e vai ter de trabalhar para firmar uma imagem independente e distanciada dos dois gigantes locais.

A situação pode se complicar mais um pouco, ainda que possa vir a ser superada, se o calendário eleitoral for mantido como está – não passando a PEC do adiamento pela Câmara Federal.

Alfredo Gaspar tem, já, um marqueteiro profissional, Adriano Gehres, escolhido pelo seu partido (é o mesmo de Renan Filho).

Resta saber se ele quer fazer ou pode fazer esse “afastamento”.


Fonte: tnh1

Tags: alfredo gaspar uniu renan e rui e pode ter de se afastar dos dois