Hospital no tratamento da Covid-19

Hospital referência no tratamento da Covid-19 em Alagoas atinge 100% de ocupação dos leitos de UTI

Hospital da Mulher foi adaptado para receber, exclusivamente, pacientes com suspeita e testados positivos para a Covid-19; leitos clínicos estão perto do limite.

05/06/2020 por Redação

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) de Alagoas divulgou na noite desta quinta-feira (4) que o Hospital da Mulher, referência no tratamento de pacientes com suspeita e confirmação da Covid-19, está funcionando com 102% de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

São 44 leitos de UTI. Além deles, há 50 leitos clínicos, que estão 72% ocupados. Em relação aos leitos de UTI pediátrica, a ocupação é de 80%.

Com isso, o hospital deve colocar em prática o plano de contingência, adotado em ocasiões de superlotação. A infectologista e gerente médica da unidade, Sarah Dominique, explicou que a equipe já calculou a instalação de mais dois leitos na semi-intensiva, preparados exclusivamente para terapia intensiva, caso os pacientes precisem ser estabilizados. Esses dois leitos de estabilização possuem monitores, bombas de infusão e ventiladores.

“Como no centro cirúrgico e recuperação pós-anestésica dispomos de réguas de gases, ar comprimido, oxigênio e de vácuo, existe a possibilidade de realizar uma adequação para abrirmos leitos de terapia intensiva [nesse ambiente]. Até agora não houve a necessidade, mas a direção do hospital já está em alerta. A preocupação é muito grande, porque a taxa da semi-intensiva varia de 80 a 98% também, semana a semana, onde há pacientes que precisam de uma grande vigilância, em virtude de eles demandarem de leitos de UTI”, disse a médica.

Caso haja falta de leitos, o risco de manter o paciente esperando por uma vaga na UTI pode aumentar. Isso porque um paciente que já está interno na semi-intensiva do hospital pode vir a precisar de um leito desocupado na UTI.

O coordenador médico do Centro de Terapia Intensiva Covid-19 do Hospital da Mulher, Luiz Guilherme de Almeida, faz um apelo para que a população cumpra as medidas de isolamento social. “Estamos passando por uma situação preocupante. Por isso, reforçamos o apelo de que as pessoas devem manter o distanciamento social e, em caso de necessidade de sair de casa, usem máscara e tomem todos os cuidados de higiene”, orientou.

Leitos disponíveis em Alagoas
A ocupação de leitos de UTI em todo estado é 79%, segundo o boletim que mostra a ocupação diária dos leitos exclusivos para Covid-19, emitido pela Central Estadual de Regulação. A última atualização foi feita às 11h desta quinta.

Ao todo, Alagoas tem 1.051 leitos destinados exclusivamente à Covid-19 no estado, mas 683 estão ocupados, o que representa uma taxa de 65%. A situação é mais preocupante é em relação aos de UTI, que estão 78% ocupados em Maceió e 81% no interior.

O secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, disse que o estado não está livre de um colapso caso as pessoas continuem sendo contaminadas. “Estamos conseguindo adiar esse colapso porque o Governo do Estado vem abrindo leitos toda semana, mas corremos o risco de não termos mais onde abrir novos leitos e poderemos entrar em colapso. Então, a população precisa ter essa consciência”, alertou.

 


Fonte: g1.globo.com

Tags: hospital referência no tratamento da covid-19 em alagoas atinge 100% de ocupação dos leitos de uti