Outro empecilho foi parte da CVP

Representantes do comércio querem abrir, mas população não ajuda.

O medo da multa fez com que parte dos senhores biscassem fazer politicagem. vereadores

04/06/2020 por Por Raul Rodrigues
quatro gatos pingados

Estive em Maceió na segunda-feira, dia 1º e terça-feira, dia 02 do mês em curso. O comércio local continua fechado. Mas algumas lojas já se encontram abertas e não por protecionismo, e sim, por adaptar-se aos modos que garantam aos clientes e funcionários a segurança da não contaminação. Fui à Leroy Merlin e passei por algumas outras pequenas lojas de roupas também abertas. Porém em todas elas o controle da entrada dos clientes era rigoroso.

Penedo já poderia ter parte do seu comércio aberto. Bastaria para tanto que as regras propostas pelo Projeto de Lei proposto pelo executivo, e, que foi barrado pelos senhores vereadores – os que ensaiaram derrotar o PL – tivessem entendido que tudo não passava de critérios a serem seguidos para que o comércio e população agissem de maneira ordenada. Nada mais que isso. Mas o abismo entre o que era previsto em Lei e o que poderia se aplicar em multas fez o monstro de papel surgir dentro da Casa de Leis.

E tudo foi por água abaixo.

Se a população se ajustasse e respeitasse o distanciamento entre as pessoas, e as lojas mantiverem ordem em suas portas de entrada respeitando número de clientes para espaço interno de cada ambiente, e, todos cooperassem tudo já poderia estar mais calmo e diferente.

Todavia, lidar com gente é pior que lidar com muitos outros animais. E olhe bem, não estou a comparar gente com animal de forma pejorativa. Até porque somos pertencentes ao reino animal. Não somos vegetais.


Fonte: correiodopovo-al.com.br

Tags: representantes do comércio querem abrir - mas população não ajuda.