Até Generais já admitem o fiasco

As últimas notícias do presidente Bolsonaro são lastimáveis!

Governo Bolsonaro chega aos quinhentos dias como um fracasso das suas próprias palavras. Fala demais!

16/05/2020 por Por Raul Rodrigues

Quando decidimos descrever o fim do governo Bolsonaro para muitos nos transformamos em traidor do Bolsonaro. O dom de saber ler as entrelinhas da política realmente não é para todos. Pobres teóricos da inteligência de subsolo.

Escrevemos e agora comprovamos; os três presidentes em conflito: o falastrão que o que diz de manhã desdiz pela noite, o falastrão contra a corrupção, hoje negociando a sua permanência no cargo com o Centrão, e o falastrão contra o “tome lá dá cá”, atualmente sem sequer ministros que queiram permanecer em suas pastas por tantas ingerências. Só ficam os subservientes.

Prova dos fatos:
1 – “Eu nunca falei em Polícia Federal”! Ontem já admitiu publicamente. Caiu! Caiu a Babilônia.
2 – Mandetta não fará falta alguma! O Brasil está de luto oficial pelo número de mortos que ainda não chegou à metade do esperado depois de não se achatar a curva no momento certo. Estados e municípios vão pedir lockdown.
3 – Bolsonaro está genuflexo diante do Congresso nacional, Supremo Tribunal Federal, e da própria Rede Globo, não por mérito deles, mas pelos próprios erros cometidos. A Rede Globo continua Rede Lixo, mas não se pode tirar a razão de quando reprisa os fatos.
4 – Bolsonaro perdeu o time de se fazer o maior presidente de todos os tempos. O povo lhe deu o mandato, entretanto ele se perdeu entre falas e grosserias, entre gritos e dedo em riste, entre frases de feito e aparições inconsequentes, e por fim, entre decisões da filhocracia.

O presidencialismo foi ferido de morte, o parlamentarismo branco explícito posto em prática, e o pedido de socorro foi a Paulo Guedes para lhe salvar este final de semana. Outros não serão mais possíveis.

E o Brasil volta à melancolia do antes.


Fonte: correiodopovo-al.com.br

Tags: as últimas notícias do presidente bolsonaro são lastimáveis!