Um crime à cultura

Missionário americano prepara invasão a terras indígenas com povos isolados na Amazônia, dizem lideranças

Ligado ao Movimento Novas Tribos do Brasil,que atua na evangelização de índios na região desde os anos 1950, Andrew Tonkin é investigado pelo MPF e PF

25/03/2020 por Daniel Biasetto

RIO - Alvo de dois inquéritos por tentativa de invasão a terras indígenas no Vale do Javari, na Amazônia, entre 2014 e 2019, o missionário norte-americano Andrew Tonkin se prepara para mais uma tentativa de alcançar povos isolados na região, o que fere a política de não contato  estabelecida pela Constituição de 1988.


Relatos de lideranças dos povos  Marubo e Mayoruna (Matsés) apontam que o religioso reuniu índios convertidos e outros integrantes da organização "Frontier International" durante as últimas semanas para fazer uma expedição ao Igarapé Lambança, território habitado por indígenas não contatados, localizado no interior do Vale do Javari.
"Eles estão comprando lanterna e equipamentos para tentar entrar novamente. Andrew disse que já recebeu a autorização dos céus, lá em cima, e não tem lei maior que essa que possa proibir a sua entrada", revela ao GLOBO um religioso indígena que teve acesso à reunião de missionário estrangeiro com outro pastor conhecido como Josiash Mcintyre.
A União dos Povos Indígenas do Vale do Javari (Univaja) confirmou que foi avisada sobre os planos dos missionários liderados por Tonkin.

- Eles vêm promovendo reuniões com alguns indígenas em Atalaia do Norte, sobretudo, os catequizados, com a finalidade de organizar uma entrada ilegal na Terra Indígena Vale do Javari - afirma o coordenador da Univaja, Paulo Marubo.

- Já existe uma logística toda elaborada para acessar os isolados do Lambança - afirma Marubo . - Eles têm armas de fogo, drones, computadores, GPS e telefone por satélite.


Fonte: oglobo.globo.com

Tags: missionário americano prepara invasão a terras indígenas com povos isolados na amazônia - dizem lideranças