Eleições 2020

E as dez vagas da CVP nos parece mais perto da assertiva.

Entre derrotados e sobreviventes ainda temos que analisar o voto de protesto dos servidores públicos municipais que terão que achar um nome que de fato lhes represente.

17/02/2020 por Por Raul Rodrigues
quem decide está aqui

Dissemos em meados de 2019 que a renovação na Câmara de Vereadores de Penedo seria na casa dos dez atuais parlamentares mirins fora da reeleição.

Há época fomos ignorados e servimos até de piada. Os entendidos da política diziam até que cinco seria um numero razoável.

Continuei insistindo em minha tese e hoje até os próprios vereadores conscientes já admitem estarmos muito perto da assertiva bater novamente como uma flecha em meio ao alvo. E iremos acertar mais uma vez.

Com as revezes da própria política, os fatos se encaixam favorável ao nosso argumento. Se não vejamos.

João Lucas pode e deve vir a ser o vice na chapa de Ronaldo Lopes. Uma vaga.

Antônio Nelson A. O. Filho – Nelsinho – parece-nos ter definido ser candidato a prefeito pelo PSDB. Duas vagas abertas.

Com as possibilidades de fragilidade dos vereadores Edvaldo dos Santos, perda de um partido com poucos nomes fortes e sem a frecha da janela de 2016 – Dr. Raimundo candidato – as chances de derrota são grandes. Rogério dos Peixoto teve a perda da sua maior Cabo Eleitoral – Dra. Verônica as chances de Rogério também sofrem reduções significativas. O próprio Rogério nos informava da substituição dos votos da Dra. Verônica, mas nossa experiência aponta de grau de dificuldade muito grande. Médica é voto da saúde, e saúde não se substitui.

Lá se vão quatro vereadores.

Também entrarão nas eleições com bastante fragilidade Fagner Matias por uma mudança partidária – o PSDB deverá juntar uns tantos “chupinhas” para eleger primeiro ao atual vereador. E ninguém hoje em dia quer ser mais uma vez “Caldo Knorr” como descrevemos e provamos em 2016. Não acredito que alguém venha acreditar no Canto da Sereia mais uma vez. Lá se vão cinco.

Marcelo Pereira pode surpreender como o fez na eleição para o Conselho Tutelar. Mas com a fogueira das vaidades acesa dentro da Câmara, a corrida para Pereira terá que ser muito mais árdua e a depender de um novo partido pode o oxigênio lhe faltar nas últimas passadas. Lá se vão seis.

Ernande Pinheiro terá que compensar e bem aos seus eleitores que ficaram sabendo que “eleição se ganha é com o que tem dentro do bolso”! Palavras do vereador em confraternização no Restaurante Canto do Boca diante de mais de uma dezena de testemunhas. Lá se vão sete. Sabemos que dinheiro compra muita coisa, mas casado com humilhação, às urnas podem trazer resultados anêmicos. E sem Sal o churrasco não é o ideal.

Roberto da Farmácia pode vir a ser emprensado por aliados trazidos de outo(s) paratido(s) por força de "convencimento" de Alexabdre Toledo a proteger aos seus "pimpolhos" deixando Beto vulnerável o que pode vir a ser uma realidade muito em breve. Lá se vão oito.

Faltando dois nomes, podemos escrever que estamos muito perto da assertiva. Tempo para informarmos ao povo sobre as figuras de paletó e gravata não nos falta.

Considere-se também o surgimento de bons nomes em 2020 o que motivaria ainda mais o povo a mudar de escolhas.
 


Fonte: correiodopovo-al.com.br

Tags: e as dez vagas da cvp nos parece mais perto da assertiva.