Impacto fiscal no governo

Impacto com reajuste do piso salarial dos professores será de R$ 156 milhões em Alagoas

A partir deste mês, o piso nacional dos professores é de R$ 2.886,15 para a jornada de trabalho de 40 horas semanais ou 200 horas mensais.

15/01/2020 por Redação

Um levantamento da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) aponta que quase 80% das cidades no estado não irão conseguir cumprir a Lei Federal que determina o reajuste do piso salarial dos professores.

A partir deste mês, o piso nacional dos professores é de R$ 2.886,15 para a jornada de trabalho de 40 horas semanais ou 200 horas mensais. No caso de carga horária de 30 horas semanais ou 150 horas mensais, o valor do piso fica estabelecido em R$ 2.164,61.

Na jornada de 25 horas semanais ou 125 horas mensais, o piso terá valor de R$ 1.803,84. Por fim, na jornada de 20 horas semanais ou 100 horas mensais o valor do piso é de R$ 1.443,07.

Com isso, o impacto financeiro previsto é de R$ 156 milhões nas cidades alagoanas. Segundo o assessor técnico da AMA, Luiz Geraldo, atualmente muitos municípios já investem a maior parte dos recursos do Fundeb para pagar os salários dos docentes e com esse novo reajuste, o poder de investimento na Educação diminuirá.

Segundo a Confederação Nacional dos Municípios (CNM), somente em Alagoas o impacto financeiro do reajuste para as cidades chegará a R$ 156 milhões. Luiz Geraldo afirma que o momento é de cumprir a Lei, pagando o piso salarial para aqueles professores que ainda recebem abaixo da faixa.

No entanto, para os professores que recebem acima do piso a situação deverá ser analisada pelos gestores para saber a viabilidade ou não da aplicação do piso.


Fonte: CadaMinuto.com.br

Tags: impacto com reajuste do piso salarial dos professores será de r$ 156 milhões em alagoas