Quem constrói valoriza.

As gerações de 40, 50, 60 e 70, já criavam a reciclagem inconsciente.

Quem tudo ganah não valoriza por não saber o valor que tem.

05/01/2020 por Por Raul Rodrigues

Quem é pertence às datas citadas sabe muito bem do que descreverei ao longo do artigo. Todos das décadas de 40, 50, 60 e 70 fazem parte da reciclagem inconsciente. Se não vejamos.

As latas de óleo comestível eram reutilizadas na confecção de carros para crianças brincarem, as japonesas – havaianas – gastas pelo uso e tempo transformadas em “pneus” para tais carros, os rolamentos desgastados dos automóveis faziam parte dos famosos carros de ladeira, as garrafas plásticas dos anos 70, reutilizadas como as lanças de Carnaval, as latas de querosene – combustível para candeeiros e placas, transformadas em “baldes” para transportar água do rio para as casas das pessoas, as câmaras de ar de bicicleta ou de veículos, serviam de borracha para as petecas ou estilingues, as velhas meias, preenchidas com papel formando bolas para o jogo de dupla, as mamonas balas para as petecas ou estilingues, o papelão das caixas de embalagens de tapetes mágicos para descer ribanceiras, os cabos de vassouras utilizávamos como os famosos cavalos, e alguns pedaços de madeira os nossos revolveres de paus. Alguns até com os carretéis de secos de linhas de costura como forma de construirmos revolveres “automáticos”.

Tudo tinha um novo destino. Pneus de trator serviam de passeio com as crianças dentro dos mesmos descendo ladeiras sem sabermos onde iam terminar nossos passeios.

Tudo isso trazia socialização entre os meninos dos bairros ou quarteirões, instigava a criatividade e desenvolvia competências e habilidades.

Hoje perdemos tudo isso, nos tornamos individualistas e egocêntricos, antissociais, e criamos a figura dos filhos que mandam nos pais. Destruímos tudo isso e não criamos nada de bom.


 


Fonte: correiodopovo-al.com.br

Tags: as gerações de 40 - 50 - 60 e 70 - já criavam a reciclagem inconsciente.

Galeria de fotos