Aviso aos navegantes

Para onde caminham as novas gerações?

Os erros liberados pela liberdade somente trazem consequências desastrosas.

01/01/2020 por Por Rau Rodrigues

A raiz das grandes especulações para onde caminham as novas gerações tem fundamento no desmonte das famílias. É imprudente não analisarmos que as mudanças sociais e econômicas não estejam interligadas ao comportamento da célula mater da sociedade, a família. 

As tradições e costumes – bons costumes – sempre foram repassados pelos nossos pais. Se hoje os “pais modernos” são permissivos a hábitos não saudáveis aos seus filhos ou filhas, são eles os construtores das novas famílias esfaceladas. Dos netos em duvidas sobre as suas origens, ou sobre a sua árvore genealógica tão rebuscada nas escolas tradicionais, as que seguem o equilíbrio entre religião e família.

As novas gerações que se perdem em meio ao mundo “moderno” em troca pela liberdade – na verdade libertinagem – pagarão o preço dos futuros confusos e do uso da própria sociedade pelas suas fragilidades. Quem madurece sozinho(a) sempre traz consigo as dores e cicatrizes da experiência adquiridas pelos próprios erros. Segundo JFK, aqueles não inteligentes.

A confusa leitura entre ter diplomas servir de garantias das conquistas no mercado de trabalho, vem demonstrando que os bons profissionais nascem dentro dos seus lares, e não especificamente dentro das Universidades e faculdades. Nestes locais aprendem-se instruções, não educação e formação de caráter. E no atual mundo competitivo quem tem um olho é Rei. A maioria dos novos profissionais tem servido de “Cavalo de Troia” dos que podem contratar. Leia-se mandar.

Quem consolida um futuro equilibrado é o acompanhamento dos pais responsáveis, e não dos pais liberais, futuros fugitivos das responsabilidades trazidas pelas irresponsabilidades do tempo de euforia da liberdade.

Filhos não são meros filhos do mundo, pois quando a dor chega cobrando erros os filhos e filhas recorrem mesmo aos seus pais. Os responsáveis reaproveitam aos seus filhos(as), e os filhos(as) dos irresponsáveis são engolidos pelo mundo da Selva de Pedras. 

 


Fonte: correiodopovo-al.com.br

Tags: para onde caminham as novas gerações?