Paralisação de atividades

Funcionários da Veleiro paralisam atividades e cobram pagamento do 13º salário

Mais de 15 linhas e 600 trabalhadores estão parados nas cidades de Maceió e Rio Largo

02/12/2019 por Tatianne Brandão

Motoristas e cobradores da empresa Veleiro cruzaram os braços e paralisaram as atividades na manhã desta segunda-feira (02), para cobrar o pagamento da primeira parcela do 13º salário, que deveria ter sido feito no último dia 30. Mais de 15 linhas e 600 trabalhadores estão parados em Maceió e Rio Largo. Já a empresa afirmou que o pagamento total será feito no dia 16, mas a categoria quer uma garantia do pagamento.

"Os empresários colocaram um aviso dizendo que o pagamento seria feito no dia 16, mas o problema não é pagar de uma vez. O problema é que o trabalhador não acredita nessa empresa, porque o pagamento, que é do dia 20, ele só paga no dia 30, o pagamento do dia 5, ele só paga no dia 15. Toda vez que o trabalhador chega na boca do caixa para receber, não tem. Como essa empresa diz agora que vai pagar o décimo dia 16 de uma parcela única? A gente sabe que eles não têm esse dinheiro", afirmou Sandro Régis, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários (Sinttro)

Além do décimo, os funcionários também cobram o pagamento do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) e encargos sociais. Segundo o sindicato, os ônibus só voltarão a circular depois de uma reunião com a direção da empresa, que está marcada para ocorrer na manhã de hoje.

"Queremos uma reunião, que eles assinem um termo de responsabilidade, que ele pague ao trabalhador do dia 16 ao dia 20. Além do décimo, tem o pagamento da quinzena do dia 5, que ele só paga dia 15. Como ele vai pagar o salário e o décimo no outro dia? Essa é a preocupação", disse o presidente.


Fonte: GazetaWeb

Tags: funcionários da veleiro paralisam atividades e cobram pagamento do 13º salário