Médicos são anjos da divindade na terra

Quem são os médicos em nossas vidas? São os anjos que lutam contra a morte.

Aos Doutores Nilton Jorge e Rento Rezende dedico este artigo. Ambos mostraram a sua dor por pacientes.

30/11/2019 por Por Raul Rodrigues

Quando procuramos a um médico em nossas vidas, normalmente pensamos se tratar de algo simples e de fácil solução. Estes sempre são os nossos desejos.

Mas a vida não nos pertence nessa área. Ela é dominada pelos médicos e pelos efeitos provocados pelo nosso espírito. Primeiro adoecemos em nossas almas, depois afetamos ao corpo físico trazendo-nos as consequências. Nosso espírito ou alma começa a ser afetado por meio das nossas próprias escolhas. O alimento, o fuso horário que impomos aos nossos ritmos de trabalho pensando ser o caminho para os sucessos – financeiro e social – por vezes egocêntricos ou individualistas, e por fim pelo abandono às nossas obrigações com Deus.

Na área médica, o conhecimento científico, os médicos são os nossos anjos que por meio da autorização divina nos curam e nos devolvem a saúde. Anjos por trabalharem em consoantes decisões do Pai Criador, e mestres das Ciências, por nos trazerem o restabelecimento da saúde por meio das suas prescrições e procedimentos.

Eles lutam contra a morte para nos salvar. E nem sempre nós percebemos o quanto é duro para eles ou elas, as médicas, não absorverem as dores dos seus pacientes. Eles são humanos e não estão livres de serem, afetados ou afetadas, pelos seus próprios pacientes. Vi isso diante dos meus olhos no Dr. Renato Rezende na última terça-feira, dia 26/11, ao atender a um paciente vulnerável financeiramente e que não há outra saída se não sofrer perambulando pelos hospitais da vida. A dor do Dr. Renato se traduzia em seu modo de atendimento sempre tão cortês e falante como o de sempre, pelos curtos comentários e face entristecida.

Nossos médicos são seres humanos e por mais duros que pareçam são de carne e osso, de coração e sentimentos. E são eles os nossos glóbulos brancos contra as infecções do mundo externo, são eles os nossos cavaleiros da Távola Redonda a defenderem a todos por meio dos seus conhecimentos e espadas – bisturis –, lanças e escudo, – pinças e gases – que somados aos seus auxiliares – enfermeiras ou enfermeiros instrumentadores – que lutam ferozmente contra a morte dos seus pacientes, empurrando-a qual escudeiro do Rei nas grandes e longas batalhas desde as épocas Medievais até os dias atuais.

Contra quem? Contra todos os males que acometem aos homens e mulheres denominados de pacientes. Alguns cirúrgicos, outros clínicos gerais, outros especialistas determinados pelas terminações de “gistas ou istas”.  

Não importa as especialidades, eles são os nossos anjos de luta contra a morte.


Fonte: correiodopovo-al.com.br

Tags: quem são os médicos em nossas vidas? são os anjos que lutam contra a morte.