Brasileiro Série A

CSA sai na frente, mas cede empate ao São Paulo no Morumbi: 1 a 1

Bustamente marcou para o Azulão, que passa a somar 16 pontos, mas segue em 18º lugar; e Tricolor chegou à igualdade com Reinaldo

16/09/2019 por Fernanda Medeiros

O CSA até que tentou, saiu na frente no marcador, resistiu enquanto pôde, mas não conseguiu segurar a pressão do São Paulo e, no finalzinho da partida, cedeu o empate por 1 a 1, no Estádio do Morumbi, na noite deste domingo (15). A partida foi válida pela 19ª rodada, a última dos jogos de ida do Campeonato Brasileiro da Série A.

Héctor Bustamente abriu o placar para o Azulão, aos 9 minutos do segundo tempo; já Reinaldo fez o gol da igualdade para o time tricolor, aos 41 minutos, também da segunda etapa.

Com este resultado, o Azulão segue sem vencer o São Paulo na história dos confrontos entre ambos. Com este jogo, são quatro vitórias do Tricolor e quatro empates. O time azulino agora passa a somar 16 pontos e segue na 18ª posição na tabela. Enquanto o Tricolor, soma 32 pontos e ocupa a 6ª colocação. 

O próximo jogo do CSA será contra o Ceará, no domingo (22), às 16 horas, no Estádio Rei Pelé. E o São Paulo vai enfrentar o Botafogo, no Engenhão, um dia antes, sábado (21) pela manhã, às 11 horas.

Etapa inicial

A primeira chegada do jogo foi do São Paulo, aos 2 minutos. Hernanes recebeu a bola na grande área e cabeceou, mas a redonda pegou no zagueiro e foi para fora. Aos 3 minutos, Daniel Alves achou Pablo na grande área, mas o atacante não conseguiu dominar e perdeu a oportunidade.
Aos 9 minutos, de novo o Tricolor tentou. Liziero soltou o canhão e assustou o goleiro Jordi. A bola passou raspando o travessão, levando perigo ao Azulão. O São Paulo era mais organizado e pressionava, enquanto o CSA só se defendia. O jogo passava dos dez minutos e o time azulino ainda não tinha feito nenhuma jogada de ataque, tentava sair da pressão, mas não conseguia. Por isso, o time tinha dificuldades para sair.

Aos 12 minutos, Antony tentou gingar na frente de Carlinhos, mas não conseguiu passar pelo lateral azulino, que usou a experiência para recuperar a posse de bola. Aos 16 minutos, o Tricolor assustou de novo. Hernanes cobrou o escanteio e a zaga subiu para afastar. Na sequência, o meia são paulino mandou novamente na área e Pablo escorou para o gol, vendo a bola tirar tinta da trave de Jordi.

O São Paulo tinha o predomínio no jogo, mas não tinha poder de finalização. E o CSA se aproveitava para neutralizar as ações e resistia ao time tricolor. Aos 18 minutos, o Azulão teve um escanteio em seu favor, pela direita. Na cobrança, Alecsandro tentou finalizar por duas vezes e a bola passou muito perto do gol de Tiago Volpi.

Aos 29 minutos, Euller arriscou o chute de longa distância, de esquerda, e Tiago Volpi só acompanhou a bola sair na linha de fundo. Aos 30 minutos, em cobrança de falta para o tricolor, Hernanes chutou no canto do goleiro, que faz a defesa com tranquilidade. Era o São Paulo voltando a pressionar mais o Azulão.
De novo o São Paulo tentou. Aos 32 minutos, Reinaldo cortou na esquerda e chutou direto no gol de Jordi, que espalmou para fora. O lateral quase enganou o goleiro azulino, pois dava a impressão de que iria fazer o cruzamento. Aos 36 minutos, mais uma vez o São Paulo chegou. Reinaldo recebeu o passe, invadiu a área e soltou uma bomba, mas viu a bola passar perto do travessão.

O São Paulo insistia e por pouco não fez o gol. Aos 39 minutos, Daniel Alves cruzou da direita e Jordi saiu quase na entrada da área para tirar. Não satisfeito, o goleiro azulino foi até a lateral para afastar, mas Reinaldo pegou e cobrou rapidamente o lateral na grande área, com Jordi ainda fora do gol. A sorte dos azulinos foi que Everton chutou, após um bate-rebate, mas a zaga do CSA afastou.

O time do Morumbi seguia pressionando no finalzinho do primeiro tempo. E, aos 41 minutos, chegou com perigo de novo. Hernanes recebeu a bola na entrada da área, cortou o marcador e chutou forte de esquerda. A bola explode em Alan Costa, Reinaldo ficou com a sobra e chutou de esquerda, mas Alan se jogou e conseguiu mandar para escanteio.

Aos 45 minutos, o São Paulo teve uma falta em seu favor. Daniel Alves tentou um chute colocado por cima da barreira, mas a bola vai muito alta e acabou indo para fora. O árbitro deu dois minutos de acréscimos na primeira etapa e já não havia mais tempo para nada. O CSA conseguiu segurar o Tricolor e o resultado parcial de 0 a 0.

Etapa final

No segundo tempo, o Azulão começou levando perigo ao Tricolor, após a cobrança de um escanteio. Aos 2 minutos, Euller cobrou na segunda trave e Tiago Volpi deu um toquinho para fora. Aos 4 minutos, de novo o CSA chegou com perigo. Euller carregou a bola no campo de ataque e mandou uma bomba de esquerda, mas a bola caprichosamente, explodiu na trave.
O Azulão voltou com mais disposição, mais aceso na segunda etapa, sem medo de arriscar. O que fez no comecinho do segundo tempo, não conseguiu fazer durante toda a primeira etapa. E aos 9 minutos, o time do técnico Argel Fucks encontrou o caminho do gol. Apodi tocou a bola para Alecsandro, que passou para Naldo. Ele ajeitou na medida para Bustamante, e o paraguaio só fez empurrar para o fundo das redes: 1 a 0. Foi o sexto jogo de Bustamante neste Brasileirão e o primeiro gol dele pelo CSA.

Aos 17 minutos, o Azulão tentou puxar o contra-ataque, Apodi recebeu na ponta direita, tentou driblar Tchê Tchê, mas foi desarmado. O Tricolor respondeu aos 19 minutos: Pato cruzou forte da esquerda e Pablo deu um toquinho na bola na grande área e ela passou perto do gol de Jordi.

Com a desvantagem no placar, o São Paulo era só pressão em cima do CSA, em busca do gol de empate. Aos 21 minutos, o Tricolor tentou com Toró, que foi fazer a jogada individual na direita, mas acabou deixando a bola sair pela linha de fundo. O São Paulo insistia e, aos 27 minutos, chegou com perigo, quando Hernanes recebeu a bola na esquerda, cortou o marcador e chutou forte de direita, vendo a bola passar perto do gol de Jordi. Só dava São Paulo! Aos 29 minutos, em cobrança de falta, Pato chutou forte de direita, a bola desviou na barreira e passou perto do gol de Jordi.

Aos 31 minutos, em mais um bom momento do Tricolor, Hernanes cruzou a bola na área e Arboleda chegou com tudo para finalizar, mas, para alívio do CSA, o chute foi para fora. O Azulão se segurava como podia, seguia todo fechado, enquanto o São Paulo, desesperado, seguia ao menos em busca do gol da igualdade. Aos 37 minutos, Apodi puxou o contra-ataque, mas errou o passe para Bruno Alves.

O CSA seguia todo fechado. E, aos 41 minutos, não conseguiu mais segurar a pressão dos são-paulinos. Daniel Alves cruzou a bola na área, Jordi saiu para dividir e Bruno Alves cabeceou para o meio. Reinaldo chegou de carrinho para empurrar para o fundo das redes e empatar a partida: 1 a 1.

O árbitro deu seis minutos de acréscimos e aos 46 minutos, o São Paulo ainda insistia, desta vez em busca do gol da virada. Igor Gomes chutou de fora da área, mas a bola passou por cima do gol de Jordi. Aos 48 minutos, Daniel Alves cruzou a bola na área e Arboleda cabeceou de volta para o camisa 10, mas ele estava impedido.

E já não havia mais tempo para nada e, aos 51 minutos, o árbitro assinalou o final do jogo. E o time do São Paulo deixou o gramado do Morumbi sob vaias da sua torcida.

São Paulo - Tiago Volpi, Liziero (Igor Gomes), Dani Alves, Bruno Alves e  Reinaldo; Arboleda, Tchê Tchê, Hernanes; Pablo, Everton (Alexandre Pato) e Antony (Toró). Técnico: Cuca.

CSA - Jordi; Apodi, Alan Costa, Luciano Castán e Carlinhos; Naldo, Dawhan, João Vitor e Euller (Jean Kléber); Alecsandro (Alisson Safira) e Héctor Bustamante (Bruno Alves). Técnico: Argel Fucks.

Árbitro: Heber Roberto Lopes (CBF-SC).

Auxiliares: Helton Nunes (CBF-SC) e Éder Alexandre (CBF-SC).


Fonte: Gazetaweb.com

Tags: csa sai na frente - mas cede empate ao são paulo no morumbi: 1 a 1