Despromoção de militares

“Quem sofre a consequência da desmotivação é a sociedade”, alerta Associação dos Militares

Em entrevista ao CadaMinuto, o presidente da Asssociação dos Cabos e Soldados, sargento Wellington, destaca que a consequencia da decisão é desmotivação de toda tropa e consequentemente, a sociedade também sentirá os efeitos.

15/09/2019 por Raíssa França e Cristovão Santos*

As Associações Militares em Alagoas estão buscando meios para reveter a decisão do Tribunal de Justiça (TJ), que determinou a despromoção de mais mil policiais na ativa e reserva. Em entrevista ao CadaMinuto, o presidente da Asssociação dos Cabos e Soldados, sargento Wellington, destaca que a consequencia da decisão é desmotivação de toda tropa e consequentemente, a sociedade também sentirá os efeitos. Confira a entrevista:

1. A área de Segurança Pública foi uma que recebeu maior investimento por parte do governo do estado, no entanto ainda é possível vê alguns impasses envolvendo a valorização dos profissionais. Como a associação avalia esse conflito?

A gente vê um descaso por parte do Governo quando se trata de valorização do profissional da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros. O Governo falha muito nesse sentido. Agora recentemente por decisão monocrática do presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), atendendo uma ação da Procuradoria despromovendo mais de 1.500 militares. Podendo até o dia 15 despromover mais 1.000 militares. Não existe fazer Segurança Pública com essa desmotivação dos militares. Como é que você busca a Justiça como qualquer cidadão, não apenas como policiais, e uma manobra do Governo induz ao presidente do Tribunal, despromovendo mais de 1.000 militares. Não existe motivação e nem se faz Segurança Pública com o Governo tratando os agentes dessa forma.

2. Essa lei das promoções foi uma batalha das associações, como recebem agora uma decisão contrária?

Com muita tristeza. Essa despromoção não atinge só os militares, mas toda uma família que já vinha se estruturando a termo de salário e posição social. Foi buscado um direito legal do militar já que no nosso regulamento de promoção que oferece o direito do militar buscar judicialmente quando se sente lesado pela administração pública. Quem sofre a consequência da desmotivação é a sociedade que não vai ter uma segurança pública de qualidade.

3. As despromoções atingem somente as patentes mais baixas? Qual o impacto dessa decisão judicial?

Essa decisão, a princípio, era para atender as praças e os oficiais. Mas surpreendentemente só foram despromovidos as praças. Não vi nenhum despromoção de oficial. Mas não sei qual o critério que o comando da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros estão utilizando para despromover só as praças. Isso traz um reflexo grandes nas tropas, dentro da hierarquia e da disciplina. Essa decisão traz problemas psicológicos e perante a sociedade mesmo. Hoje é sargento e depois vira cabo.

4. A maioria dos processos resultou de provocações judiciais, já que os critérios administrativos, a exemplo do tempo de serviço, não vinham sendo cumpridos com regularidade prejudicando a passagem de patente dos militares incorporados na Polícia Militar de Alagoas. Quais os fatores que vieram provocar essas irregularidades?

O presidente do Tribunal deu uma declaração a uma rádio que queria “frear” já que os cabos estavam sendo promovidos a capitães. Isso não é verdade. Nenhum cabo foi promovido. Os promovidos foram 40 subtenentes que entraram com uma ação e o estado não recorreu da decisão. O presidente usou um argumento onde esses 40 capitães que foram promovidos não estão nessa decisão. A decisão do presidente traz danos irreversíveis.

5. Houve uma convocação pedindo uma caminhada até Assembleia Legislativa para tentar uma comissão de deputados em prol do assunto. Acredita que essa decisão possa ser revertida?

Convocamos o pessoal prejudicado para pedir o apoio dos deputados para que a comissão peça ao governador já que ele está fazendo uma maldade com os militares. Basta o estado desistir da ação e reverta a situação. Queremos que os deputados abram a cabeça do governador e mostre o absurdo. A maioria são os militares da reserva que voltam à condição de cabo. Eles também alegam um erário com essas promoções, mas isso não é verdade.

*Estagiário com supervisão da editoria.


Fonte: CadaMinuto.com.br

Tags: “quem sofre a consequência da desmotivação é a sociedade” - alerta associação dos militares