Tragédia em hospital

Hospital pega fogo e deixa pelo menos um morto

Um incêndio atingiu o Hospital Badim, unidade particular no Maracanã, zona norte do Rio, na noite de ontem, deixou pelo menos um morto e exigiu uma remoção às pressas que atemorizou parentes de pacientes.

13/09/2019 por Fábio Grellet

Um incêndio no Hospital Badim, no Maracanã, zona norte do Rio, motivou remoção de urgência e a acomodação de pacientes em macas e em colchões no meio da rua. Pelo menos uma pessoa – uma mulher – morreu. A suspeita é de que o fogo tenha sido causado por curto-circuito em um gerador.

Um incêndio atingiu o Hospital Badim, unidade particular no Maracanã, zona norte do Rio, na noite de ontem, deixou pelo menos um morto e exigiu uma remoção às pressas que atemorizou parentes de pacientes. Macas foram colocadas nas ruas, antes da transferência para outros centros médicos.

O vice-governador do Rio, Claudio Castro, confirmou que uma mulher morreu. Segundo ele, outros 69 pacientes foram conduzidos para outros hospitais por ambulâncias da rede estadual. Às 22h30 ainda faltava recolher cinco pacientes em estado grave, cujos cuidados para a remoção são maiores. Três pacientes nessa situação, entubados, haviam sido socorridos.

O vice-governador não descartou a possibilidade de haver mais mortos. Em nota, o hospital afirmou que “ao que tudo indica, um curto-circuito no gerador do prédio 1 (dos laboratórios) provocou o incêndio, espalhando fumaça para todos os andares do prédio antigo”.

Enquanto a remoção ocorria, havia confusão entre familiares. “Meu irmão de 71 anos estava internado havia mais de um mês na UTI, vítima de pneumonia. Mas já faz mais de uma hora que cheguei e ninguém soube me informar nada”, disse Maria Augusta Freitas.


Fonte: pressreader.com - O Estado de SP

Tags: hospital pega fogo e deixa pelo menos um morto