Aumento de casos no estado

Incidência de dengue aumenta quase 1000% em Alagoas este ano, aponta ministério

Número de casos de chikungunya no Estado tem o maior aumento percentual do País .

12/09/2019 por Carlos Nealdo

Levantamento do Ministério da Saúde divulgado nesta quarta-feira (11) revela que Alagoas registrou 17.484 casos de dengue entre os dias 30 de dezembro de 2018 e 24 de agosto deste ano - um volume 981,4% maior do que o registrado no ano passado. A incidência da doença saltou de 48,7 casos por cem mil habitantes no ano passado, para 526,2 casos por cem mil pessoas este ano.
Segundo o boletim epidemiológico do governo federal, foi o maior aumento percentual do Nordeste, atrás apenas de Sergipe, que registrou alta de 2.908% no número de casos da doença.

Minas Gerais aparece com o maior número de ocorrências, com um total de 471.165.  Com 437.047 casos, São Paulo aparece em segundo lugar, sendo, ainda, a unidade federativa em que a incidência da doença mais cresceu (3.712%) na passagem de 2018 para 2019.

Chikungunya

De acordo com o levantamento do Ministério da Saúde, o número de casos de chikungunya em Alagoas registrou aumento de 1.011,6%, saltando de 138 em 2018, para 1.534 este ano. Foi o maior aumento percentual do País, segundo o governo. Com isso, a incidência da doença passou de 4,2 casos por cem mil habitantes, para 46,2 casos para cada cem mil alagoanos.

Já o número de casos de zika registrou aumento de 424,6%, saltando de 114 casos no ano passado, para 598 casos este ano, segundo o balanço do Ministério da Saúde. A incidência da doença no Estado saltou de 3,4 para cada 100 mil habitantes, para 18 casos por cem mil.

O boletim epidemiológico do governo federal revela que este ano, Alagoas registrou o quarto maior número de casos confirmados de zika em gestantes, com 32 ocorrências - o equivalente a 7,16% dos 447 casos confirmados da doença em grávidas no País. 

O Rio de Janeiro aparece como o Estado que mais registrou casos de zika em gestantes, com 192 ocorrências - o equivalente a 42,95% do total confirmado no País. Em seguida aparecem Espírito Santo, com 66 casos, e Minas Gerais, com 47.

Cuidados

O ministério aconselha que, durante o período de seca, a população mantenha ações de prevenção, como verificar se existe algum tipo de depósito de água no quintal ou dentro de casa. Outra recomendação é lavar semanalmente, com água e sabão, recipientes como vasilhas de água do animal de estimação e vasos de plantas.

Não deixar que se formem pilhas de lixo ou entulho em locais abertos, como quintais, praças e terrenos baldios é outro ponto importante. Outro hábito que pode fazer diferença é a limpeza regular das calhas, com a devida remoção de folhas que podem se acumular durante o inverno.


Fonte: Gazetaweb.com

Tags: incidência de dengue aumenta quase 1000% em alagoas este ano - aponta ministério