Péssima colocação

Alagoas lidera ranking de suicídio de policiais no Norte/Nordeste, diz anuário

Saindo de 0 para 6 casos de 2017 para 2018, o Estado fica na 5ª posição no ranking nacional

11/09/2019 por Hebert Borges

Alagoas é o estado do eixo Norte-Nordeste onde os agentes da Segurança Pública mais cometem suicídio. Saindo de 0 para 6 casos de 2017 para 2018, o Estado fica na 5ª posição no ranking nacional.

O cenário está exposto em dados do 13º Anuário Brasileiro da Segurança Pública, divulgado nesta terça-feira (10) pelo Fórum Brasileiro da Segurança Pública (FBSP).

Lidera o ranking cruel o Estado de São Paulo, com 30 suicídios, seguido de outro Estado do Sudeste, Minas Gerais, com 10. Logo após, aparece o Distrito Federal, com 8 casos, e depois o Rio Grande do Sul, com 7 casos.

Estados que enfrentam ou enfrentaram recentemente grandes colapsos de violência, como Pará e Ceará, apresentam números menores, no caso 2 e 3 registros, respectivamente.

Os números de Alagoas são um contraste perante os resultados positivos atribuídos ao Estado no ranking. Resultados que, segundo especialistas, passam também pelos agentes da segurança pública que, no entanto, passaram a atentar contra a própria vida com mais frequência.

Atualmente, policiais militares alagoanos travam batalha judicial contra o Governo do Estado que tem "despromovido" centenas deles. Vendo a patente e, consequentemente, o salário cair, eles demonstram tristeza e angústia diante do cenário.

Já os policiais civis lutam por reconhecimento e por melhores condições, além de salarial, de trabalho, pois muitos estão em prédios que, literalmente, caem aos pedaços.


Fonte: Gazetaweb.com

Tags: alagoas lidera ranking de suicídio de policiais no norte/nordeste - diz anuário