Mudança de estratégia

Safra muda estratégia e quer avançar no varejo

Os avanços tecnológicos levaram o Banco Safra a ter uma nova ambição: atuar no varejo bancário e ocupar um lugar entre os líderes.

05/09/2019 por Talita Moreira e Vanessa Adachi

Os avanços tecnológicos levaram o Banco Safra a ter uma nova ambição: atuar no varejo bancário e ocupar um lugar entre os líderes. O obstáculo para fazer isso antes estava no número de agências. Como banco de atacado, o Safra tem uma rede modesta (106 agências), muito inferior, por exemplo, às do Bradesco (4.581) e do Itaú (3.332).

O desenvolvimento recente e acelerado dos meios de pagamento, das plataformas de investimento e dos bancos digitais fez o Safra acreditar na mudança de perfil. O que era uma desvantagem — o número pequeno de agências — tornou-se uma vantagem competitiva, uma vez que seu custo operacional é bem menor que o dos grandes bancos.

“No passado, o varejo não fazia sentido porque teríamos que abrir agências numa velocidade que não fazia sentido. Optamos por não seguir esse caminho. Você pode perguntar se antecipamos que esse mercado iria mudar. Não! Mas hoje é uma oportunidade”, disse ao Valor, em inédita entrevista, Alberto Safra, um dos quatro filhos de Joseph Safra, dono de 100% da instituição.

Um passo fundamental em direção ao varejo será dado em um mês, quando a carteira digital lançada pelo banco, batizada de “SafraWallet”, será integrada ao sistema de maquininhas de cartões da SafraPay, a credenciadora do grupo. Na prática, isso quer dizer que, no momento em que um cliente portador de cartão emitido por outro banco comprar em uma loja que use a SafraPay, ele receberá proposta de desconto do Safra naquela operação. Se aceitar, automaticamente abrirá uma conta digital no banco.

Alberto, que está no conselho de administração do banco, acredita ser possível ao Safra crescer e tornar-se um dos quatro maiores do varejo. “Não acho difícil. Hoje, tem Itaú, Bradesco, Santander e os bancos públicos. E precisamos de mais bancos. Temos caixa, captação, capital e produtos”, disse. “Acreditamos e vamos fazê-lo, porque é uma oportunidade grande de se fazer.”


Fonte: pressreader.com - Valor Econômico

Tags: safra muda estratégia e quer avançar no varejo