Crise na Itália

Movimento vota a favor de nova coalizão e encerra crise na Itália

O resultado do voto significa que o primeiro-ministro Giuseppe Conte se manterá no cargo e deve apresentar ao presidente italiano, Sergio Mattarella, uma lista com os nomes daqueles que deseja nomear como ministros.

04/09/2019 por Redação

ROMA, ITÁLIA (FOLHAPRESS) - Membros do movimento antissistema 5 Estrelas votaram nesta terça-feira (3) majoritariamente a favor de uma coalizão com o Partido Democrático (PD), de centro-esquerda, abrindo caminho para a formação de um novo governo na Itália.

Em uma votação online, 79,3% dos integrantes do movimento apoiaram o arranjo, embora os partidos sejam adversários de longa data. O alinhamento dos dois ocorreu após a coalizão do 5 Estrelas com a Liga, de extrema-direita, entrar em crise no início de agosto deste ano.

O resultado do voto significa que o primeiro-ministro Giuseppe Conte se manterá no cargo e deve apresentar ao presidente italiano, Sergio Mattarella, uma lista com os nomes daqueles que deseja nomear como ministros.

Após o aval do mandatário, Conte precisará conquistar a aprovação das duas casas legislativas antes de oficialmente iniciar os trabalhos. As divergências políticas entre os dois partidos vieram à tona durante as negociações para a formação da nova coalizão.

Na última sexta (31), 5 Estrelas condicionou seu apoio a uma série de exigências que incluíam a redução do número de parlamentares e a aprovação de uma lei para diminuir o número de resgates marítimos a imigrantes. Não está claro como esses pontos serão tratados pelo novo governo. "Estou muito orgulhoso da votação de hoje e do governo que está por vir", disse Luigi Di Maio, líder do 5 Estrelas. "Esta gestão não será de esquerda nem de direita. Será uma gestão que fará as coisas que precisam ser feitas".

Di Maio foi vice-primeiro-ministro e também chefiou as pastas da Indústria e do Trabalho no governo composto pelo movimento e pela Liga. Ele é cotado para assumir a chancelaria italiana.

A CRISE NA ITÁLIA

mar.2018 - Os partidos A Liga (extrema-direita) e Movimento 5 Estrelas (antissistema) conquistam votação expressiva nas eleições e debatem formar uma coalizão.

jun.2018 - Os líderes dos dois partidos, Matteo Salvii (Liga) e Luigi di Maio (5 Estrelas) chegam a um acordo para formar o governo e Giuseppe Conte, um independente, toma posse como premiêr.

mai.2019 - A Liga é o partido mais votado (34%) nas eleições para o Parlamento Europeu. O 5 Estrelas (17%) fica em terceiro lugar, num sinal de perda de força.

jul.2019 - A Liga é alvo de processo pela acusação de receber doações de campanha da Rússia de modo ilegal

7.ago.2019 - Senado aprova nova linha de trem para a França. A Liga defende o projeto, mas o 5 Estrelas tenta barrá-lo, por envolver questões ambientais

8.ago.2019 - A Liga convoca uma moção de desconfiança contra o governo e Salvini pede novas eleições

20.ago.2019 - Conte renuncia ao cargo

28.ago.2019 - 5 Estrelas e PD chegam a acordo para formar governo, com Conte no cargo de premiêr


Fonte: NoticiasAoMinuto

Tags: movimento vota a favor de nova coalizão e encerra crise na itália