Pressão e temperatura dominam parte do universo

Panela de Pressão da política penedense começa a soprar vapor quente.

Átomos agregados geram energia interna se controlados dentro das regras da verdade. Ninguém domina um átomo livre de nascimento.

27/07/2019 por Por Raul Rodrigues

A panela de pressão política da cidade do Penedo-AL, começa a dar sinais de que as CNTP – Condições Normais de Pressão e Temperatura – agem em favor de uma candidatura sobre a qual as bases “palacianas” amarelam conjuntamente à Epidemia de Dengue, Zika Vírus e Chikungunya que aportou em Penedo causando danos colaterais à própria população que não mantêm limpas as suas residências e quintais.

É erro das urnas se proliferando por em ter os que votaram. Efeito da “lei do retorno”. E olhe que a secretaria municipal de saúde tem feito a sua parte.

Mas quais seriam esses efeitos colaterais? A resposta aos abusos de autoridade do Rei ao imprimir e impor condições máximas de fidelidade eleitoral direcionando para o seu candidato o voto de cabresto. Já não vivemos mais os tempos dos Coronéis!

Os cercados eleitorais de antes, foram quebrados por Jair Messias Bolsonaro para doravante e isto irá se repetir nas eleições municipais do país como um todo. Ninguém aceita mais os carimbos de outrora ao anunciar-se uma nova aurora.

Como na qualidade professor de Física posso garantir: as leituras da escala termométrica e do barômetro indicam implosão por fusão nuclear. Ela libera mais energia do que a que consome.


Fonte: correiodopovo-al.com.br

Tags: panela de pressão da política penedense começa a soprar vapor quente.