Administrações fizeram suas partes

Por falta de participação e não de conscientização, população paga o preço ao conviver com Aedes Aegypti!

Limpeza de residências é de obrigação dos proprietários, e não do poder público.

12/07/2019 por Por Raul Rodrigues

Em todas as administrações, e com todos os secretários ou secretárias de saúde, as campanhas contra a Dengue, Zika vírus e chikungunya sempre foram realizadas em larga escala.

Então como os riscos se renovarem todos os anos?

Somente pode ser pela falta de participação e não da conscientização da população. Pois por todas as campanhas realizadas em Penedo, já era natural que nas residências – maior foco de proliferação dos mosquitos transmissores – não se registrassem tamanho descaso. E sempre depois de se determinar níveis de epidemia.

A limpeza das residências e seus respectivos quintais, seguida de denuncias de terrenos baldios ou abandonados, assim como casas vazias, se ocorressem ainda no verão, restringiria quem sabe em 90% os riscos durante a quadra chuvosa. Mas o povo caracterizado de “brasileiro” somente grita depois de contaminado.

Vejam imagens de campanhas monstruosas já realizadas em Penedo.

Porque então não se manter limpas as residências e seus quintais?

Esperar pelo serviço público limpar residências é condenar à própria família.

Imagens da época da secretária Geonice e equipe.


Fonte: correiodopovo-al.com.br

Tags: por falta de participação e não de conscientização - população paga o preço ao conviver com aedes aegypti!