Política

EDUARDO BOLSONARO EM WASHINGTON CRISTALIZARIA IRRELEVÂNCIA DE ERNESTO ARAÚJO

Deputado já ofusca ministro em eventos internacionais

12/07/2019 por GUILHERME AMADO

A vingar a ideia de Eduardo Bolsonaro ir para a Embaixada do Brasil em Washington, estará cristalizada a irrelevância de Ernesto Araújo na política externa de Jair Bolsonaro.

A sombra de Eduardo, menos por seus méritos e mais por ser filho do presidente, já ofusca Araújo nos eventos internacionais. Foi ele, por exemplo, quem entrou no Salão Oval com o pai — e não o chanceler.

O embaixador do Brasil nos Estados Unidos, tradicionalmente, é um diplomata com muita experiência e muito conhecido — Paulo Tarso, Azeredo da Silveira, Sergio Correia da Costa, Rubens Ricupero, Rubens Barbosa, Roberto Abdenur, Sérgio Amaral, Mauro Vieira — ou um político influente — Oswaldo Aranha, Walter Moreira Salles, Juracy Magalhaes, Roberto Campos.

Nunca entra um diplomata de segundo ou terceiro escalão, muito menos um político sem expressão ou trajetória.

Mas, a contar pela expressividade do titular do Itamaraty hoje, talvez faça até sentido entregar o posto em Washington ao Zero Três.


Fonte: https://epoca.globo.com

Tags: eduardo bolsonaro em washington cristalizaria irrelevÂncia de ernesto araÚjo