Merkel diz está bem de saúde

Merkel sofre tremores públicos pela terceira vez em um mês

Chanceler federal alemã afirma que está bem e que deve 'conviver com isso por um tempo'

10/07/2019 por Redação

BERLIM — A chanceler federal alemã, Angela Merkel , apresentou tremores públicos pela terceira vez em 22 dias, enquanto participava de uma cermônia de recepção ao primeiro-ministro finlandês, Antti Rinne. Em entrevista, a chanceler disse que está bem e que seu estado de saúde não deve gerar preocupações.

— Eu disse recentemente que estou trabalhando para resolver o que aconteceu durante a cerimônia militar com o presidente Zelenskiy — afirmou a chanceler, referindo-se aos tremores do dia 18 de junho, durante visita de Estado do ucraniano Volodymyr Zelenskiy. — Este processo claramente não terminou, mas tive progressos e devo conviver com isso por um tempo, mas estou muito bem e não é preciso se preocupar comigo.

Merkel, que completará 65 anos na semana que vem, disse estar convencida de que tem condições de continuar a liderar a Alemanha e que sua condição deverá desaparecer da mesma maneira que surgiu, repentinamente.

— A chanceler está bem e as conversas com o primeiro-ministro finlandês avançaram conforme o planejado — disse um porta-voz do governo alemão após o incidente.

Sem explicações
Além dos episódios desta quarta-feira e do dia 18 de junho, a chanceler também teve tremores públicos no último dia 27, durante uma cerimônia de despedida para a ministra Katarina Barley , que se tornou deputada do Parlamento Europeu. Após o evento, Merkel continuou com seu cronograma, viajando para o Japão para participar da cúpula do G-20.

Assim que retornou de Osaka, a chanceler foi diretamente para Bruxelas, onde participou de três dias de reuniões para decidir os nomes que ocuparão os principais cargos da União Europeia.

Berlim não dá explicações sobre a causa dos tremores de Merkel, que nunca demonstrou nenhum problema grave de saúde.

Segundo seus auxiliares, contudo, o primeiro episódio de tremores teria sido causado por uma desidratação . O incidente do final de junho, de acordo com um funcionário do governo alemão, supostamente teve causa psicológica , sendo motivado por sua ansiedade sobre novos episódios.

Merkel também foi vista tremendo em público durante uma cerimônia militar no México, em 2017.

A premier é conhecida por seu comprometimento com o trabalho e por sua capacidade de discutir detalhes importantes até mesmo de madrugada. Ela chegou ao poder em 2005, guiou a União Europeia pela crise do euro, impondo políticas de austeridade aos países mais afetados, e abriu as portas da Alemanha para os imigrantes que fugiam do Oriente Médio — algo que até hoje gera polêmica no bloco europeu e em seu próprio partido.

Em novembro de 2016, ao anunciar que tentaria um quarto mandato, Merkel disse:

— Não é uma decisão apenas sobre uma campanha eleitoral, mas sobre os próximos quatro anos... se a saúde permitir.

A chanceler foi reeleita nas eleições gerais do ano passado, mas com aliados sofrendo revés nas urnas, anunciou que não buscará um quinto mandato em 2021. Ela renunciou em dezembro de 2018 à liderança de seu partido, a União Democrata Cristã (CDU), e foi substituída por Annegret Kramp-Karrenbauer.


Fonte: OGlobo.com e agências internacionais

Tags: merkel sofre tremores públicos pela terceira vez em um mês