Aceita as marcas do tempo e serás feliz

Inteligência Emocional; nem todos sabem conviver com ela.

As disformes sofrem por serem o que são!

27/06/2019 por Por Raul Rodrigues

A inteligência emocional, um dos tópicos da era mais moderna e por isso talvez não acessível aos acomodados ou atolados nos bancos da ociosidade cultural, aqueles que se mantém avesso à aprendizagem, tem feito grandes vitimas pela falta do conhecimento. Principalmente aos reacionários destemperados, cujos raciocínios se misturam quando dos desabafos perdendo a objetividade e o foco do alvo. Falam sobre três assuntos ao mesmo tempo sem saber separá-los de maneira adequada.

Essas pessoas normalmente sofrem de sofreguidão asmática perdendo o folego ao falar disparadamente provocando falta de oxigênio no cérebro trazendo-lhes o espasmo de glote – engasgo temporal da linguagem – o que lhe faz perder a linha de raciocínio a ser desenvolvido.

A intrépida e atrevida pessoa desprovida da inteligência emocional sempre sai perdendo ao provocar embates.

Aliás, atabalhoados ou atabalhoadas nunca vencem. Reclamam até do tempo, única grandeza física inalterada da natureza.

Máquinas fotográficas não capturam imagens belas de quem já nasce com imagem disforme.


Fonte: correiodopovo-al.com.br

Tags: inteligência emocional; nem todos sabem conviver com ela.