Feira do Livro

Livrarias e editoras movimentam R$ 500 mil durante Feira do Livro de Ribeirão Preto

Segundo a organização, evento reuniu 183 mil pessoas em praças, bibliotecas, teatros e escolas da cidade. Evento discutiu objetivos para desenvolvimento sustentável propostos pela ONU.

18/06/2019 por Por G1 Ribeirão Preto e Franca

Livrarias, editoras e instituições movimentaram R$ 500 mil em vendas durante a 19ª Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto (SP), que terminou na noite de domingo (16). Segundo o balanço divulgado pela organização nesta segunda-feira (17), entre livros e revistas, 12 mil títulos foram comercializados.

Os expositores se concentraram na Praça XV de Novembro, no Centro. Este ano, houve 40 estandes, quatro a mais do que em 2018.

A edição deste ano ofereceu ao público uma programação voltada à discussão dos objetivos para o desenvolvimento sustentável, propostos pelas Organizações das Nações Unidas (ONU).

Trata-se de uma agenda criada com objetivo de promover igualdade social e de gênero, preservação da natureza, entre outros benefícios para a humanidade. São 17 objetivos com 169 metas para serem alcançadas até 2030.

Público
Ainda de acordo com a organização, ao longo dos oito dias de evento, 183 mil pessoas visitaram a feira, que aconteceu em praças, bibliotecas, teatros e escolas da cidade. Houve aumento de público em relação à edição anterior, mas a expectativa era maior: eram esperados 200 mil visitantes.

Apesar disso, esta é a primeira edição da feira que registrou aumento de público nos últimos sete anos.

A queda começou em 2013, quando os shows musicais, que atraíam grande parte dos visitantes, saíram da programação. Em 2015, a queda se acentuou, quando a feira perdeu um dos principais fomentadores: o projeto ‘cheque-livrinho’, que distribuía um cartão para que alunos de escolas públicas comprassem livros no evento.

Futuro

Durante a cerimônia de encerramento, que aconteceu no Theatro Pedro II, a Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto anunciou que, a partir de 2020, a feira será internacional, uma vez que fará conexão com pelo menos um país para ampliar discussões culturais.

O tema da próxima edição, que acontecerá entre 30 de maio e 7 de junho, reflete os 20 anos do evento. O escritor homenageado será Mia Couto, de Moçambique.


Fonte: https://g1.globo.com

Tags: livrarias e editoras movimentam r$ 500 mil durante feira do livro de ribeirão preto