Sessão da CVP

Pedido de vista de Raquel Tavares trava pauta da CVP e atrasa aumento dos professores

Vereadora agiu por maldade ou desconhecimento do Regimento Interno. As duas falhas são gravíssimas.

13/06/2019 por Por Raul Rodrigues

O pedido de vista feito pela vereadora Raquel Tavares, quando da tramitação da LDO – Lei de Diretrizes Orçamentária – da administração municipal, fez travar a pauta da Câmara de Vereadores de Penedo-AL, que na tarde desta quinta-feira, dia 13 – Dia de Santo Antônio – tramitava na Casa de Leis, trouxe como consequência a suspensão do também projeto de lei que concede aumento aos professores da rede municipal, que se fosse aprovado já permitiria o novo salário aos sofridos professores neste mês.

O desconhecimento da vereadora, ou maldade do pedido de vista, trouxe como consequência também a suspensão de outro projeto de lei de autoria do vereador Fagner Matias que tramita no Poder Legislativo em defesa da comunidade dos ciganos – SIC – deixando outro grupo de pessoas insatisfeito, pois a próxima quinta-feira, dia 20, é feriado, o que pode congestionar a pauta até o recesso de julho.

Para se evitar tal demora, o presidente Marcelo Pereira, terá que antecipar ou adiar a sessão do feriado, ou convocar uma sessão extraordinária, pois ainda em junho só restará à sessão do dia 27, o que servir de elemento complicador para a tramitação da LDO, e por consequência do aumento dos professores e do PL do colega Fagner Matias.

Raquel Tavares demonstra mais uma vez ou maldade política contra os professores, ou o pleno desconhecimento do regimento interno da Casa de Leis.

Em caso de dúvida qualquer explicação da edil é chocante.


Fonte: correiodopovo-al.com.br

Tags: pedido de vista de raquel tavares trava pauta da cvp e atrasa aumento dos professores