Bolsa Família

Frequência escolar de estudantes beneficiados pelo Bolsa Família chega a 98,7% no AP

Indicador é bem maior que a média nacional, que bateu recorde histórico com 90,31%. MEC exige presença mínima de 85% para alunos entre 6 e 15 anos.

13/06/2019 por Por John Pacheco, G1 AP — Macapá

Assim como o consolidado nacional que chegou a 90,31% e bateu recorde histórico, a frequência escolar de estudantes do Amapá beneficiados pelo Bolsa Família também atingiu números consideráveis, de acordo com o Ministério da Educação (MEC).

No 1º bimestre de 2019 (fevereiro e março) a quantidade de alunos que cumpriu a permanência mínima exigida dentro de sala de aula chegou a 98,76%. Do total, de 101.145 estudantes que recebem Bolsa Família, 81.812 deles foram acompanhados no período e 80.794 atenderam a expectativa do programa de renda.

O pagamento do benefício mensal está diretamente ligado à presença em sala de aula. Para alunos de 6 a 15 anos a presença exigida é de, no mínimo 85%. Para estudantes entre 16 e 17 anos, a permanência obrigatória é de, pelo menos, 75%.

Do total de beneficiários, o MEC informou que no Amapá, no 1º bimestre, 1.018 alunos não cumpriram a cota mínima de presença e 4.139 estudantes não tiveram qualquer informação da frequência escolar fornecida. Eles correm risco de perder o benefício.

Sobre as ausências, o Governo Federal aponta diversos fatores, como gravidez e cuidar dos filhos, por exemplo. As taxas de frequência de beneficiários do programa é monitorada pelo MEC, que usa os dados para formulação de políticas públicas e de incentivo.


O índice do Amapá foi o segundo maior do país no período, atrás somente do Piauí. Entre as regiões, o Norte registrou a maior frequência (97,28%). Em seguida aparecem o Nordeste (96,54%), Centro-Oeste (94,8%), Sul (94,13%) e Sudeste (91,62%).


Fonte: https://g1.globo.com

Tags: frequência escolar de estudantes beneficiados pelo bolsa família chega a 98 - 7% no ap