Votação da Reforma Administrativa

Pelo andar da carruagem, em breve teremos a volta da Rural pelas ruas de Penedo.

Aos ousados cabe-lhes o ônus da posição. Aos sábios ou sobreviventes a obrigação.

10/06/2019 por Por Raul Rodrigues

Na análise crítica da política quem é governo tem que ser governo e parecer ser governo. Assim já foi dito nos tempos de Roma. “Não basta a mulher de Cesar ser honesta, ela tem que parecer honesta”!

Por força das circunstâncias qualquer governante precisa de um bloco de apoio, e esse bloco não pode apenas parecer governo. Ele tem que ser governo! E pelo andar da carruagem quem parecer ser governo, mas discursa como oposição já não serve mais para o governo.

Na métrica da política aos homens é dado o direito de opinar por livre e espontânea vontade, aos políticos NÃO! Por essa citação, evoco a frase do ex-governador de Alagoas, Lamenha Filho, ao dizer: o político tem que ter duas identidades; a do cidadão e a do ser político.

E nesta segunda-feira, dia 10/06 isto será visto durante a votação da Reforma Administrativa em plena Câmara de Vereadores quando os senhores edis terão que cumprir o seu papel de político, e se quiser se dividir entre cidadão e político, trazer para si a volta da Rural pelas ruas de Penedo!

No atual sistema político LIBERADE é coisa do passado. O que há de prevalecer é a fidelidade não partidária, mas ao mandatário maior. Se bem que a Reforma Administrativa é imperiosa por ser de cunho organizacional dos senhores servidores, e, eleitoral por finalidade precípua. 

 
 


Fonte: correiodopovo-al.com.br

Tags: pelo andar da carruagem - em breve teremos a volta da rural pelas ruas de penedo.