JL permanece vereador, e, não licenciado

Até para tirar licença JL se atrapalha todo e confunde opinião pública. Claro que dos desavisados.

Convocação somente pode ser efetivada após JL protocolar pedido de afastamento segundo a lei vigente.

26/04/2019 por Por Raul Rodrigues
até para se licenciar tá difícil - complicado -

O vereador do PRTB da cidade do Penedo, João Lucas, causou o maior furor entre os desavisados sobre política que de imediato começaram a fazer as elucubrações mais improváveis possíveis.

Primeiro sobre o tempo anunciado da licença – três meses ou noventa dias – o que impede legalmente a convocação de um novo parlamentar mirim para completar os quinze vereadores. Somente com licença de no mínimo cento e vinte dias se convoca um suplente para o exercício do mandato. E que deve ser Lenildo pela votação alcançada em outubro de 2016. Logo, a licença anunciada por João Lucas de três meses é FAKE NEWS!

Segundo por não ter o vereador em tela – JL – protocolado ofício algum na câmara de vereadores comunicando o seu afastamento para tratamento da sua saúde, o que impede de maneira imperativa a convocação do suplente, fato espalhado por Penedo inteira como sendo já oficializada a convocação. Outra FAKE NEWS!

Terceiro e último ponto de análise, se JL protocolar comunicado de afastamento, o tempo de afastamento será o mesmo para a permanência do suplente em seu lugar, havendo para tanto um acordo entre as partes, pois o duodécimo da câmara não permite orçar com o pagamento de mais um vereador. Ou recebe quem sai – direito liquido e certo – por registro de posse, ou recebe quem entra com a renúncia dos subsídios pelo autor da licença para tratamento de saúde. Aliás, João Lucas não está momento favorável para renunciar receitas.

Logo, aguardem cartas antes que tudo permaneça como d’antes no quartel de Abrantes!

Obs: matéria ditada para ser digitada.


Fonte: correiodopovo-al.com.br

Tags: até para tirar licença jl se atrapalha todo e confunde opinião pública. claro que dos desavisados.