Brasil

Obras do BRT Campinas avançam para o Jardim Aurélia em trecho de 800 metros; veja impacto

Velocidade máxima no trecho cai de 60km/h para 40 km/h . Pontos de ônibus serão remanejados.

12/02/2019 por Por G1 Campinas e Região

As obras de implantação do Corredor BRT (Ônibus de Trânsito Rápido) do Campo Grande avançam mais 800 metros na Avenida John Boyd Dunlop nesta terça-feira (12).

Os trabalhos vão da altura do viaduto da Rodovia Anhanguera (SP-330) até o cruzamento com a Rua Lucas Pereira de Castro, nas proximidades do Hipermercado Atacadão.

Em tempo real, confira o trânsito em Campinas

Este novo trecho corta os bairros Jardim Aurélia, Jardim Santa Vitória, Vila São Bento e Vila Ângela, na região do Supermercado Enxuto e do Shopping Unimart.

De acordo com a Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec), as obras neste trecho terão a demolição do canteiro central, a retirada do pavimento atual, execução de uma passagem inferior e a construção da Estação Aurélia.

Ainda segundo a empresa, serão feitas escavações para o rebaixamento do eixo da pista expressa nesta região da John Boyd. As obras incluem também execução de complemento das marginais, em ambos os sentidos, na altura da Concessionária Ford Tempo e da Rua José dos Santos. As obras devem se estender por nove meses.

Via expressa
Durante as obras, a via expressa existente será interditada ao tráfego de veículos, em ambos os sentidos do trecho.

De acordo com a Emdec, o tráfego será desviado para as marginais. O cruzamento da Avenida John Boyd com as avenidas José Pancetti e Antônio Carvalho de Miranda será interditado, com desativação do semáforo que existe.

Uma sinalização especial será colocada para a transposição entre os bairros Jardim Aurélia e Jardim Miranda pela Avenida Império do Sol Nascente.

Redução de velocidade
A empresa que organiza o trânsito em Campinas determinou a redução da velocidade máxima permitida no trecho das obras, de 60 km/h para 40 km/h.

O estacionamento de veículos fica proibido ao longo das obras em ambos os sentidos. A proibição se estende a partes das avenidas Império do Sol Nascente (nos dois sentidos) e José Pancetti ( no sentido Jonh Boyd Dunlop-Jardim Aurélio).

Rotas Alternativas

Rotas alternativas foram programadas para minimizar os impactos das obras. A sinalização de rotas alternativas começa na Rodovia Anhanguera ( no sentido bairro- centro) e na Vila Industrial no sentido ( centro-bairro).

Os condutores que transitam pela John Boyd em direção ao centro devem desviar pela Avenida Antônio Carvalho de Miranda e seguir uma das indicações de caminhos alternativos. Para os motoristas que chegam ao trecho em obras com destino à PUC II e à região do Campo Grande, a Emdec indica desvio pela Avenida Império do Sol Nascente.

O ponto de táxi localizado na Avenida John Boyd - ao lado do Unimart- será remanejado para a Avenida José Pancetti, no lado oposto do Enxuto. Os ônibus que circulam pelo trecho da John Boyd serão desviados pelas vias marginais nesta terça-feira. Por causa das escavações, os pontos de ônibus localizados próximo ao Enxuto serão deslocados para a altura da Avenida do Sol Nascente.

Esta nova frente está dentro do Lote 2, trecho 2, do BRT, que segue da Vila Aurocan até o viaduto da Rodovia dos Bandeirantes, com 5 km de extensão.


Fonte: https://g1.globo.com

Tags: obras do brt campinas avançam para o jardim aurélia em trecho de 800 metros; veja impacto