Feriados para uns, prejuízos para outros

Os contrapontos entre compromissos do empregador e os feriados sem receitas de 2019

No governo Castelo Branco alguns feriados foram abolidos para salvaguardar a quem emprega.

03/01/2019 por Por Raul Rodrigues

O número de feriados em Alagoas neste ano será de vinte e três dias de comércio fechado. Feriados são considerados dias de descanso para a classe trabalhadora. Mas representam exatamente dias de receitas ZERO para quem emprega e tem que pagar aos seus empregados.

Segundo a análise de pagamento de impostos no Brasil, cada trabalhador paga de impostos o equivalente a cinco meses de trabalho por ano para os governos. E isto não se discute. São fatos imperiosos à vontade do povo. Segundo Ives Gandra Martins, um ícone dos advogados tributaristas do país, o Brasil já deveria ter implantado o Imposto Único como forma de aliviar a carga tributária para a população.

Considerando-se esses dois fatores, tem-se em um ano quase um mês de feriados intercalados, o isto significa para quem emprega e paga impostos? Quase o pagamento do 14º salário.

Conflito: para os trabalhadores os feriados são direitos garantidos por lei. Para a classe empresarial, dias sem vendas sem para compensação nenhum desconto nos pagamentos aos trabalhadores nem de impostos.

A conta não fecha.

 


Fonte: correiodoppovo-al.com.br

Tags: os contrapontos entre compromissos do empregador e os feriados sem receitas de 2019