CVP discute veto do prefeito

Sessão da CVP discute, mas não vota veto à PL da bonificação do IDEB

Sem consenso sobre veto à Emenda de Fagner Matias, CVP convoca extraordinária para segunda-feira, dia 11.

07/12/2018 por Por Raul Rodrigues

Os vereadores de Penedo, em sessão ordinária na sede do Poder Legislativo na tarde da quinta-feira, dia 06/12, voltaram a discutir o veto parcial do prefeito Március Beltrão À Emenda proposta pelo vereador Fagner Matias ao Projeto de Lei que normatiza o pagamento de bonificação para os professores das escolas municipais que atingiram as metas propostas pelo PL sobre os índices do IDEB em Penedo.

O Projeto de Lei que normatiza percentuais de 50% dos salários recebidos pelos senhores professores que atingiram índices maiores que a meta do IDEB, 40% para os professores das escolas que atingiram índices entre os maiores e a meta do IDEB, e de 30% para os professores que atingiram a meta do IDEB, ainda não foi aprovado em seu inteiro teor e as bonificações pagas em razão dos questionamentos provocados pelo vereador Fagner Matias. O que não deixa de ser um direito do parlamentar mirim, mas que tem atrasado tal pagamento.

Apenas três escolas de rede municipal de Penedo não atingiram a meta do IDEB. Perfazendo assim quase a totalidade dos professores do município penedense.

Na tarde de ontem, quinta-feira, dia 06/12, a Emenda proposta pelo vereador Fagner Matias não vetada pela maioria dos senhores vereadores – acompanhando o veto do senhor prefeito – em função de que ainda na discussão a mesma foi encaminhada para parecer da Comissão de Justiça ofertar definitiva opinião sobre a matéria.

Em função do aguardo de parecer da Comissão de Justiça, a sessão foi então direcionada para aprovação da pauta, sendo determinada sessão extraordinária para a próxima segunda-feira, dia 11/12, às 24 horas e 30 minutos, quando se aguarda finalmente decisão final do PL.

   
 


Fonte: correiodoppovo-al.com.br

Tags: sessão da cvp discute - mas não vota veto à pl da bonificação do ideb