A ordem da independência é sonho

Que tipo de independência tem quem depende de outrem?

Na nova ordem mundial independência é uma palavra excluída do mundo globalizado. Tudo é interdependente.

29/10/2018 por Por Raul Rodrigues

A ordem política no mundo sem exceções vem dos primórdios da democracia que prega a liberdade para todos, igualdade para todos e harmonia dos pensamentos. Mas isso tem ido possível de se realizar?

Não! Portanto, a independência tem sido um sonho impossível de se concretizar pelo menos entre os vivos e pobres mortais. O médico depende dos pacientes, os advogados dos clientes, o político do eleitor, o professor do aluno, o padre e o pastor dos fiéis, o comerciante do comprador, enfim, todos dependem de todos. E todos ficam submetidos a regras.

E quem desrespeita tais regras sempre e sem chances de perdão sucumbem ante aos olhos da própria sociedade que cobra o respeito às regras. Bolsonaro venceu o âmbito das discussões sobre religião simplesmente por defender a família e a não legalização do aborto. Pontos críticos entre uma sociedade ainda obediente a dogmas.

Logo, não vejo ninguém conquistando independência se as regras exigem interligação entre quem pode e quem precisa? O tipo de independência é que pode discutir. Mas dar o grito de independência sem ser Dom Pedro I é pregar o alarde falso.

E na politica a independência tão desejada por muitos não passa de uma utopia ultrajada pelos dias que se seguem. As regras são claras e absolutas. Quem não as segue termina por anunciar candidaturas inconclusas. Como muito já acontece.     


Fonte: correiodoppovo-al.com.br

Tags: que tipo de independência tem quem depende de outrem?